Música: Roy Job quer regressar a Cabo Verde para transmitir a sua experiência aos mais jovens

5/06/2022 23:27 - Modificado em 5/06/2022 23:27
| Comentários fechados em Música: Roy Job quer regressar a Cabo Verde para transmitir a sua experiência aos mais jovens

Após o recente lançamento do single “Romance de Mentiras”, o compositor, produtor e cantor, Roy Job pretende regressar à sua terra natal, Cabo Verde, para colocar em andamento projetos para ajudar no desenvolvimento do seu país.

“Em termos de projetos, num futuro próximo pretende regressar  definitivo para Cabo Verde, tendo como objetivo criar uma estrutura onde poderá transmitir a sua experiência aos mais jovens, entre outras ideias que tem para ajudar no desenvolvimento do seu país”, refere uma nota enviada à nossa redação.

Até lá, o artista pretende investir na música de Cabo Verde e nos ritmos, mas esperando retorno do público, na divulgação dos seus temas e de trabalhos de outros artistas também, como suporte por tantos esforços envolvidos para apresentarem um bom produto.

Relativamente ao seu novo single, “Romance de Mentiras”, o artista mostrou-se satisfeito de, pela primeira vez, gravar com uma orquestra de violinos, violas e cellos, neste que é o segundo single de Roy Job este ano.

O artista cabo-verdiano, emigrante nos Estados Unidos, lançou o single, acompanhado pelo videoclipe,  gravado em crioulo e com pequenas partes em português

Já “Lua Cheia” é o primeiro single lançado no início de Abril em parceria com Jenifer Solidade, resultando assim um “casamento perfeito de vozes, melodia e letra”.

Roy Job pretendia que “A Dedication”, lançado em 2018, fosse o primeiro e único LP da sua vida, configurando-se na realização de um sonho. Porém, o alcance e sucesso deste trabalho tanto ao nível nacional, quanto internacional ditou a continuidade neste percurso.

De recordar que em 2019, a música “Xtoria d’boManera” mereceu a distinção como Songoftheyear no International Portuguese MusicAwards, realizado nos Estados Unidos, depois do trabalho deste artista ter sido galardoado no CVMA 2019 nas categorias de Melhor Coladeira, Melhor Produtor e Álbum do Ano.

Desta vez, o artista considera que as responsabilidades são acrescidas dado que os seguidores, que continuam a crescer, estão expectantes com os novos lançamentos e neste novo álbum, que vem sendo trabalhado há 2 anos, Roy Job projeta um adeus aos seus projetos na música, em termos de lançamentos de trabalhos próprios.

Coladeira, morna, baladas, fusão de jazz, entre outros ritmos, fazem parte do disco que será composto por 10 músicas, de 16 que o artista já tem em vista, onde desta vez deu-se mais atenção à música tradicional cabo-verdiana, escrito e interpretado em crioulo, mas com passagens em inglês, espanhol e português.

À semelhança do que têm sido os seus trabalhos, pretende que sejam de eternas homenagens e, desta vez em especial, traz um tributo ao pai, recentemente falecido, com uma música escrita aos 20 anos pelo próprio pai.

Roy Job nasceu em São Vicente, mas desde muito jovem que emigrou para os Estado Unidos, com a família. Além de grande instrumentalista e cantor, é um produtor que trabalhou com artistas nacionais e internacionais reconhecidos mundialmente.

AC – Estagiária

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2023: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.