Atirador mata 19 crianças e duas professoras em escola no Texas

25/05/2022 01:38 - Modificado em 25/05/2022 11:29
| Comentários fechados em Atirador mata 19 crianças e duas professoras em escola no Texas
Reuters

Jovem de 18 anos foi abatido pela polícia no local. Presidente dos Estados Unidos quer país a combater lobby das armas.

Dezanove crianças e dois adultos mortos a dois dias de terminar o ano lectivo. É este, por enquanto, o balanço do ataque mais mortífero em escolas norte-americanos dos últimos dez anos — é preciso recuar a 2012 e a Sandy Hook, também uma escola primária. O atirador era um adolescente de 18 anos, Salvador Ramos, que terá actuado sozinho e foi morto pela polícia.

Salvador Ramos foi identificado pela polícia como o atirador responsável pelo massacre. O jovem de 18 anos entrou na na Robb Elementary School, disparou, e foi abatido enquanto fugia do local. Não são ainda conhecidas motivações para este ataque, com as autoridades a acreditarem que o atirador agiu sozinho.

O ataque foi comunicado às autoridades às 11h32 locais (19h32 em Portugal continental). Dez minutos após o alerta, a escola entrou em lockdown. Aproximadamente uma hora e meia após a primeira comunicação do tiroteio, Salvador Ramos foi abatido pela polícia. A confirmação oficial de vítimas mortais surgiria da parte de um senador texano, que avançou inicialmente a morte de 18 crianças e dois adultos, número que entretanto subiu para 19.

O atirador comprou duas armas no dia do 18.º aniversário. Horas antes do massacre, Salvador Ramos disparou contra a avó, em casa. A mulher está em estado crítico no hospital.

O atirador fez publicações nas redes sociais onde mostrava as armas adquiridas para o ataque.

Sabe-se que Salvador Ramos trabalhava num restaurante da cadeia de fast food Wendy’​s. Em declarações ao The New York Times, Adrian Mendez, responsável pelos turnos nocturnos neste estabelecimento, diz que Salvador Ramos se colocava à margem dos colegas: “Sabe como os funcionários falam entre si e são amigáveis? Ele não era assim. Acho que ninguém o conhecia a sério.”

Salvador Ramos matou pelo menos 19 alunos e duas professoras. As crianças mortas têm entre sete e dez anos. Não há informação sobre mais crianças feridas e em estado grave.

A primeira vítima mortal identificada publicamente foi Eva Mireles, professora de 44 anos formada em Educação Especial. Eva leccionava uma turma do quarto ano no momento do ataque. Ainda esta manhã, foi avançada a identidade da segunda professora morta pelo atirador: Irma Garcia, docente há 23 anos, terá morrido enquanto protegia os alunos.

Os órgãos de comunicação social norte-americanos já identificaram algumas das crianças assassinadas nesta terça-feira. Uziyah Garcia foi uma das primeiras vítimas a serem conhecidas: a morte do menino de oito anos foi confirmada à Associated Press pelo avô. “O rapaz mais doce que alguma vez conheci”, relembra Manny Renfro, citado pelo The Guardian. A confirmação da morte de Xavier Lopes e Jose Flores, ambos com dez anos de idade, seguiu-se à das professoras.

Dois polícias foram baleados durante a troca de tiros com o suspeito. Foram ambos transportados para o hospital e nenhum corre risco de vida.

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, relembrou que os outros países não têm o mesmo problema com tiroteios, apontando o dedo à indústria das armas: “Por amor de Deus, quando vamos enfrentar o lobby das armas?

publico.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2023: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.