Cibersegurança continua a ser um dos maiores desafios dos parlamentos da CPLP

4/05/2022 16:38 - Modificado em 4/05/2022 16:38
| Comentários fechados em Cibersegurança continua a ser um dos maiores desafios dos parlamentos da CPLP

Nem todos os parlamentos da CPLP estão em condições de implementar os mecanismos essenciais para se prevenir o cibercrime, desde logo investimento em equipamentos, formação e modernização legislativa. O sublinhado é de Carlos Abril, técnico do parlamento de Angola e orador no 16º Encontro dos quadros de informática dos Parlamentos de CPLP que hoje debate a Cibersegurança.

Ataques cibernéticos têm sido recorrentes, um pouco por todo o mundo, atesta Carlos Abril, e por conta disso na CPLP como em África várias instituições perderam boa parte do acervo documental.

Para reverter o quadro, o orador angolano propõe que se pense com urgência numa estrutura capaz de mitigar os efeitos de possíveis ataques. É que há ainda na CPLP países a darem os primeiros passos em matéria de novas tecnologias.

“A estrutura passaria por um investimento em equipamentos certos para o combate, formação, a partilha de conhecimento, principalmente a preparação de equipas”, disse Carlos Abril que acrescentou que ainda existe muitos fatores que dificultam o investimento em máquinas.

Por outro lado, a Secretária-Geral do Parlamento Cabo-verdiano, Paula Lima, a margem deste encontro disse que a reunião serve para troca de experiências entre os técnicos, tendo como enfoque as novas tecnologias de informação no âmbito administrativo.

Neste particular, Secretária-Geral disse que Cabo Verde quer se inteirar das técnicas de teletrabalho e das transcrições de áudios utilizadas nos outros países.

Lima que também assume a presidência da Associação de Secretárias-Gerais dos Parlamentos de Língua Portuguesa, adiantou que também decorrem em paralelo na Praia, o 22º Encontro da organização, uma reunião que tem o propósito de partilhar de práticas de gestão administrativa dos parlamentos em tempos de crise.

Cabo Verde faz-se representar no encontro pelo chefe de divisão, comunicação e segurança da Assembleia Nacional, Avelino Pires.

“Cibersegurança” e “Sistema de gestão documental” são alguns dos temas em debate no 16º encontro dos quadros de informática dos Parlamentos de CPLP que deverá recomendar melhor orçamento e mais investimentos no setor da informática.

NN/RCV    

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2023: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.