Transcor afirma que a atualização das tarifas dos transportes coletivos urbanos de passageiros já era esperada

29/04/2022 23:32 - Modificado em 29/04/2022 23:32
| Comentários fechados em Transcor afirma que a atualização das tarifas dos transportes coletivos urbanos de passageiros já era esperada

A administração da Transcor, transporte público de São Vicente, assegurou que a atualização das tarifas dos transportes coletivos urbanos de passageiros já era esperada. É que, conforme Manuel Monteiro, membro do conselho da administração da empresa, a lei determina uma revisão da tarifa quando o aumento do preço dos combustíveis é superior a 10% e nesses últimos 4 meses, o aumento já ronda quase os 25%.

Manuel Monteiro afirma que o aumento do preço do gasóleo é um dos fatores que determina a atualização da tarifa e só de janeiro a abril já está nos 24,88% e, acrescenta, a lei determina uma revisão da tarifa de bilhetes e passes, quando o aumento do preço dos combustíveis é superior a 10%.

Uma atualização que satisfaz a Transcor mas que, assegura Manuel Monteiro, chega muito atrasado. “Chegou muito atrasado. Tendo em conta que a última atualização feita foi em maio de 2017, é um aumento que dá para a satisfação de equilíbrio de exploração de atividade de transporte de coletivo urbano de passageiros e de qualquer forma houve concertação com a ARME”, explica.

De referir que em comunicado, a Agência Reguladora Multissectorial da Economia (ARME) anunciou que em maio, no âmbito da atualização anual, as tarifas dos transportes coletivos urbanos de passageiros (Autocarros) vão subir de 40 para 43 escudos, cerca de 7,5%, na cidade do Mindelo, São Vicente e de 41 para 43 escudos, 5%, na cidade da Praia, Santiago.

A justificativa, conforme a agência reguladora do setor, é devido ao “aumento do preço dos combustíveis”.

NN/RCV

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2023: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.