São Vicente: Biosfera prevê inaugurar mais um mural da biodiversidade desta feita em Calhau

18/04/2022 01:53 - Modificado em 18/04/2022 11:41
| Comentários fechados em São Vicente: Biosfera prevê inaugurar mais um mural da biodiversidade desta feita em Calhau

Após inauguração nas escolas comunitárias de São Pedro e de Salamansa, a Biosfera I prevê inaugurar no próximo mês de maio mais um mural, desta vez, na escola de Calhau, cujo objetivo é sensibilizar as comunidades piscatórias para as questões ambientais. Os murais são resultantes do projeto “Uma escola de cada vez” da Biosfera.

O coordenador do departamento de comunicação da Biosfera, Odair Cardoso, avançou ao NN que o projeto “Uma escola de cada vez” é direcionada para as escolas comunitárias de São Pedro, Salamansa e Calhau. A escola de São Pedro recebeu a primeira mural no ano passado.

“Em São Pedro pintamos uma cagarra que curiosamente está na origem do surgimento da biosfera, logo optamos por pintar esta espécie, que é relevante dentro daquilo que é a preservação e conservação da biosfera”, lembra este responsável.

Agora será a escola de Calhau a receber a biodiversidade representada em arte e que no próximo mês de maio a pintura esteja finalizada, através do projeto “Un parede de cada vez”, liderado pelo designer David Monteiro.

Conforme Cardoso, esta é uma forma de “envolver a comunidade” e os “sensibilizar para as questões ambientais” e que a atuação é focada muito nas escolas por forma de “incentivar as crianças” desde a tenra idade a manter estas preocupações ambientais.

Em relação ao mural na zona de Salamansa inaugurada na passada quarta-feira, Odair Cardoso disse que “a pintura representa muito aquilo que é a nossa riqueza da biodiversidade de Cabo Verde e mostramos que é importante pensar sempre na questão da sua preservação”.

Em Salamansa o painel representa um conjunto de várias espécies desde tubarão, baleia, aves, tartaruga, peixe, etc.

A Biosfera pretende demonstrar a riqueza natural do país, através de “cores bem vivas, dinâmicas e vibrantes”, porque é através desta trazer “alegria” e vontade de perceber mais sobre a nossa biodiversidade e assim contribuir para “tentar manter o equilíbrio do nosso ecossistema”.

O projeto “Uma escola de cada vez” que tem ainda como parceiro a ASA, conforme o responsável, a ideia é, após o término da parceria, estender este projeto para outras escolas que não sejam somente comunitárias.

AC – Estagiária

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2023: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.