De 2010 para 2020 verificou-se um aumento de 94,9% de barracas no país

7/04/2022 23:45 - Modificado em 7/04/2022 23:46
| Comentários fechados em De 2010 para 2020 verificou-se um aumento de 94,9% de barracas no país

Conforme dados do V Recenseamento Geral da População e Habitação em Cabo Verde 2021, revelados no início desta semana, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), mostram que aumentou o número de barracas ou casas de lata no país, passando de 1.603, em 2010, para 3.125, em 2021, representando 2,1% das residências no país.

Estes dados mostram que São Vicente é a ilha com mais barracas: 1771 em 3.125,Praia com 527, Sal com 505 e Boa Vista 120 e que  2.753 encontram-se no meio urbano e 372 no meio rural.

Especificado por alojamentos familiares, os dados do INE revelam ainda que existem 201.348 alojamentos familiares e 721 alojamentos colectivos no país. Praia detém 28,2% desses alojamentos familiares, SãoVicente 15,9%, Sal 8,4% e Santa Catarina de Santiago 8,0%. Os outros municípios concentram percentagens abaixo dos 5%. Menores a representar agregados

De notar, também, que há 147.984 agregados familiares no país, sendo que Praia, São Vicente e Sal concentram a maioria com 30%, 16,9% e 7,6% respectivamente.

A caracterização do parque habitacional, apurado pelo mais recente censo demográfico e habitacional, mostra que Cabo Verde tem 150.206 edifícios, sendo 102.428 no meio urbano e 47.778 no meio rural. Praia tem 23,1% desses edifícios, São Vicente 16,0% e Santa Catarina de Santiago 8,2%.

Todos os restantes concelhos têm percentagens a rondar os 5% ou abaixo desse valor. Tarrafal de São Nicolau, São Lourenço dos Órgãos e Santa Catarina do Fogo são os que menos edifícios têm, respectivamente, 1,4%, 1,3% e 1,2%.

Na distribuição dos tipos de edifícios, segundo meio de residência, há 146.150 que equivalem a edifícios clássicos (concluídos e não concluídos), sendo que esses representam 93,7% do total nacional do meio de residência dos habitantes, 931 equivalem à categoria de outro tipo de edifícios clássicos, como edifícios de alojamento colectivo, fábricas, etc., representando

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2023: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.