Cinema: 39º festival das migrações no Luxemburgo recebe filme cabo-verdiano “O Poeta da ilha”

6/04/2022 23:38 - Modificado em 6/04/2022 23:38
| Comentários fechados em Cinema: 39º festival das migrações no Luxemburgo recebe filme cabo-verdiano “O Poeta da ilha”

Realizado por Júlio Silva, o filme “O Poeta da ilha” participa no dia 7 de Maio da 39ª edição do Festival da Migração, Cultura e Cidadania, no Luxemburgo, mostrando a luta pela independência de Cabo Verde.

A apresentação do filme será, conforme o realizador, em parceria com associação de cabo-verdianos no Luxemburgo, AssociationCapverdienned Sud, que está de “mãos dadas” com esta divulgação.

O evento acontece no dia 7 de Maio, no Centre pour la PromotiondesArtsLuxemburguese (CEPA) e permitirá, segundo a mesma fonte, dar a conhecer ao mundo este documentário que é uma “homenagem a todos cabo-verdianos que na época colonial lutaram na clandestinidade para que hoje Cabo Verde esteja livre e independente” e cujas filmagens aconteceram em São Vicente, Santo Antão e Portugal.

Será assim uma das atratividades do festival, que apresenta ao público em geral a diversidade de 170 nacionalidades representadas no Luxemburgo e que na edição de 2022 teve, segundo os organizadores, uma “revolução” na organização e duração do festival.

Entretanto, o filme “O Poeta da ilha” teve a antestreia em Portugal, na Associação Cabo-verdiana de Lisboa, onde dois dos atores do filme, João Graça e Rank Gonçalves, receberam os troféus de melhores atores, conforme informações avançadas por Júlio Silva.

Os atores João Branco, José Bettencourt, Mirita Veríssimo, Jorge Martins e César Lélis também foram, conforme a mesma fonte, atores muito votados pelo público.

Cumprindo ainda o objetivo do documentário a ser exibido em Cabo Verde, festivais e nas comunidades cabo-verdianas espalhadas pelo mundo, este será também brevemente apresentado nas comunidades cabo-verdianas residentes na Alemanha, Holanda e Itália.

Em Agosto participará também no festival internacional KuxaKanena em Maputo (Moçambique).

Já em Cabo Verde, “O Poeta da ilha”, será apresentado no mês de Junho e julho nas Ilhas de Sal, Santiago, São Vicente e Santo Antão, tal como adiantou Júlio Silva.

Organizados pelo CLAE, Comité de Liaisondes Associations d’Étrangers , estes importantes eventos no Luxemburgo terão lugar em novos locais durante 13 dias em Março, Abril e Maio de 2022. Este ano, o festival pretende apresentar ao público em geral a diversidade do das 170 nacionalidades representadas no Luxemburgo.

NN/Inforpress

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2023: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.