Tribunal de Lisboa liberta mulher de 35 anos suspeita de matar marido em Cabo Verde detida em Portugal

22/01/2022 19:31 - Modificado em 22/01/2022 19:31
| Comentários fechados em Tribunal de Lisboa liberta mulher de 35 anos suspeita de matar marido em Cabo Verde detida em Portugal

O Tribunal de Lisboa decidiu libertar a cabo-verdiana suspeita de ter matado o marido durante as férias em Cabo Verde, por entenderem que precisam de mais documentação por parte da Procuradoria-Geral da República de Cabo Verde.

A Procuradoria-Geral da República de Cabo Verde lançou um mandado de captura internacional contra Edna Pereira, acusada de crimes de sequestro, homicídio qualificado e associação criminosa, mas de acordo com os juízes desembargadores do Tribunal de Lisboa precisam de mais documentos.

Para já o Tribunal de Lisboa não aceitou o pedido de extradição das autoridades cabo-verdianas, preferindo colocar Edna Pereira sob TIR (Termo de Identidade e Residência) enquanto aguarda por mais informações da justiça cabo-verdiana. 

Conforme a imprensa portuguesa, Edna Pereira, 35 anos, imigrante em Portugal e cozinheira de profissão, era procurada pela justiça cabo-verdiana por  alegado envolvimento na morte do marido João Spencer quando estava de férias em São Nicolau.

João Manuel Lopes Spencer, também conhecido por Djona, natural da Praia Branca, era professor em S.Nicolau e morreu no dia 15 de Agosto de 2019. Na altura não transpirou nenhuma informação de que havia sido assassinado mas de acordo com o pedido de extradição formulado por Cabo Verde neste dia Edna Pereira e outras duas pessoas o terão deixado amarrado num carro durante uma pescaria. A morte terá ocorrido porque João Spencer dependia de um medicamento vital. 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.