PR diz que a problemática da VBG mancha a sociedade cabo-verdiana e o Estado de Direito Democrático

14/01/2022 01:18 - Modificado em 14/01/2022 01:18

O Presidente da República disse que a problemática da Violência Baseada no Género (VBG)  mancha a sociedade cabo-verdiana e o Estado de Direito Democrático, e considerou que esta é uma situação “indigna” e “imoral” que urge combater.

De acordo com José Maria Neves que discursava na sessão solene especial alusiva ao Dia da Liberdade e Democracia que se celebra a 13 de Janeiro a problemática da Violência Baseada no Gênero que persiste na sociedade cabo-verdiana e cujas vítimas são quase exclusivamente mulheres.

Considerou, neste sentido, que esta é uma situação “indigna” e “imoral” que urge combater porque, sustentou, a problemática da VBG mancha a sociedade cabo-verdiana e o Estado de Direito Democrático.

Também frisou que o país “tem um longo caminho a percorrer” na melhoria da representatividade de mulheres na política.

Neste sentido, afirmou que as mulheres ainda estão sub-representadas na política e que a sua presença nas posições mais elevadas e de decisão também não é a melhor mesmo no setor privado. “Neste campo, há ainda um longo caminho a percorrer”, declarou.

“É o momento de juntar as mãos para, através de acções concretas, contribuir para a credibilização da política e das instituições, o fortalecimento da democracia e dos espaços de participação cidadã através do apoio a iniciativas, que visem a permanente conciliação da política e das suas instituições com os interesses dos cidadãos”, afiançou.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.