Governo cancela Carnaval, festas de Cinzas e comemorações municipais

11/01/2022 00:50 - Modificado em 11/01/2022 11:12

O Ministro da Administração Interna, Paulo Rocha, anunciou o cancelamento de todas as atividades culturais como o carnaval, festas de cinzas e comemorações municipais programados para o início do ano. O aumento dos casos da Covid-19 está na base dessa decisão.

De acordo com Paulo Rocha estas medidas surgem na sequência do aumento de casos de Covid-19 no País, devido à circulação da variante Ómicron e levou o Governo a decidir cancelar os desfiles de carnaval, bem como todas as atividades relacionadas com esse evento cultural, nomeadamente, ensaios e preparativos, bem como as festas públicas ou privadas.

O Ministro anunciou, também, que o Governo decidiu proibir as festas promovidas no âmbito das celebrações culturais no dia de Cinzas, sustentando que os convívios em habitações particulares devem acontecer de forma restrito e de preferência entre co-habitantes.

As celebrações do Dia do Município (São Vicente, Ribeira Grande de Santo Antão e Santiago) devem restringir-se ao ato solene, ou atividades que não promovem aglomerações de pessoas.

Assim sendo, ficam ainda proibidas as atividades de rua, designadamente as atividades desportivas que possam ser suscetíveis de aglomeração espontâneas de pessoas, nomeadamente, as atividades associadas ao Dia do Município e a Corrida de Liberdade, na Cidade da Praia.

O MAI avançou, ainda, que as atividades como a AME e Kriol Jazz Festival, agendadas para o mês de abril, ficam dependentes da evolução da pandemia.

Essas medidas, acrescentou o governante, que esteve acompanhado do Ministro da Saúde, visam reverter o quadro atual da Covid-19 no território nacional.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.