Covid-19: Alta de pessoas que testaram positivo passa a ser em sete dias

5/01/2022 12:32 - Modificado em 5/01/2022 12:32
| Comentários fechados em Covid-19: Alta de pessoas que testaram positivo passa a ser em sete dias

Como medida de precaução para os contactos próximos no contexto da variante Ómicron, o Ministério da Saúde emitiu, hoje, um conjunto de critérios de “alta” para pessoas com SARS-Cov-2. 

De acordo com as alterações efectuadas na abordagem à covid-19, introduzidas pela Direção Nacional de Saúde, o período de isolamento de pessoas infetadas com SARS-CoV-2 passa a ser de sete dias, a partir da data do início dos sintomas ou a partir da colheita da amostra, cujo resultado tenha sido positivo.

Já os contactos próximos de pessoas com infeção por SARS-CoV-2, se não apresentarem sintomas, não precisam de fazer teste de despiste, nem cumprir quarentena profilática. 

Contudo, se apresentarem sintomas devem contactar a Delegacia de Saúde, para realização de teste. Se o resultado for negativo, regressam à vida normal. Caso o teste apresente resultado positivo, cumprem o isolamento nos termos estabelecidos.

Também a definição de contacto próximo, ou seja, pessoa que tenha estado a menos de um metro de distância, por mais de 15 minutos (inclui contacto físico), e sem uso de máscaras, com um caso confirmado de infecção por SARS-CoV-2, dois dias antes ou até sete dias depois da confirmação laboratorial, nos casos de infecção assintomática, ou ao início dos sintomas, nos casos sintomáticos.

A DNS considera a mais recente evidência científica, relacionada com a variante dominante, ómicron, que permite perceber que a maioria dos casos de contágio acontece de 1 a 2 dias antes do aparecimento de sintomas e 2 a 3 dias depois.

Em qualquer das circunstâncias acima referidas, a mesma fonte refere que o regresso à vida social deve ser feito com o cumprimento de todas as normas de proteção em vigor.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.