São Vicente: SIACSA diz que participação dos trabalhadores foi “muito condicionada” pelas empresas através de “várias ameaças”

3/01/2022 01:14 - Modificado em 3/01/2022 01:14


O representante do sindicato da Indústria Geral, Alimentação Construção Civil e Afins (Siacsa), Heidy Ganeto, no balanço de três dias de greve, que desde dia 31 de Dezembro e com término  este domingo, contou com cerca de 50% e admitiu que a adesão não foi como estavam à espera, devido a ameaças por parte da direcção das empresas.

Contudo, em declarações ao  o sindicalista afirma que “o essencial foi feito” e embora alguns vigilantes, acabaram por ficarem retidos nos postos, porque não foram substituídos. 

Neste sentido, Ganeto alegou que existe medo”por parte dos trabalhadores em participar nas greves por causa das ameaças de retaliação das entidades empregadoras, embora estas empresas estejam a violar os direitos dos trabalhadores”, apontou, lembrando que há um acordo entre as partes que não está a ser cumprido.

A paralisação, segundo a mesma fonte, teve como objetivo chamar atenção da Direcção-Geral do Trabalho, da Inspecção-Geral do Trabalho e do Ministério da Administração Interna para a grelha salarial que deveria entrar em vigor desde Maio último mas “algumas empresas estão a cumprir e outras não”. 

No entanto assegurou que vão continuar com a luta e planejam uma próxima greve. “Os vigilantes que participaram da greve já propuseram uma nova greve para Fevereiro, até lá iremos ver como as coisas vão evoluir e depois decidir”, reiterou Heidy Ganeto.

Por não verem a sua situação resolvida, e como forma de pressionar as autoridades, estes apelam agora ao Presidente da República e pretendem agendar um encontro com ele assim que se deslocar a São Vicente. 

“Já não sabemos mais a quem apelar e agora contamos que o Presidente nos possa ajudar, porque nós estamos a fazer o nosso trabalho e a cumprir os nossos deveres, mas os nossos direitos estão a ser violados desde 2017”, concretizou Heidy Ganeto, para quem o Governo “não está a fazer nada” por eles.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.