Boxe: Campeão Mundial Demetrius Andrade Governo condecorado com a medalha do primeiro Grau de Mérito Desportivo

23/12/2021 10:30 - Modificado em 23/12/2021 10:30
| Comentários fechados em Boxe: Campeão Mundial Demetrius Andrade Governo condecorado com a medalha do primeiro Grau de Mérito Desportivo
Demetrius Andrade
Demetrius Andrade


O pugilista profissional cabo-verdiano radicado nos EUA Demetrius Andrade, campeão mundial, foi condecorado hoje pelo primeiro ministro, com o 1º Grau da Medalha de Mérito Desportivo pelo Governo.

Em cerimónia que se realiza hoje à tarde, no Palácio do Governo, Ulisses Correia e Silva, garante que o pugilista justificou, pela sua “dedicação” e pelo seu “profissionalismo e entrega no ringue”, tem-se dedicado, de “forma genuína e impactante”, para o sucesso da comunidade cabo-verdiana.

“Prestámos, hoje, uma justa homenagem ao campeão mundial de boxe, Demetrius Andrade, com a galardoação com o 1.º Grau da Medalha de Mérito Desportivo. Na sua trajetória, lutas, combates e conquistas, tem levado sempre a bandeira de Cabo Verde atrás, dando visibilidade ao país e combatendo também pela nação cabo-verdiana” reiterou o PM.

Neste sentido, afirmou que é gratificante ver esse patriotismo, assim como aquilo que representa para o desporto cabo-verdiano, para os jovens e pela integração que o executivo defende para a nossa Diáspora.

“Demetrius Andrade traduz a nossa aspiração enquanto pequeno país, mas com campeões mundiais. É motivo de orgulho e uma grande referência para a nossa juventude, pela mensagem positiva que transmite de luta e de ultrapassar barreiras” elucidou.

Nascido a 26 de Fevereiro de 1988, em Providence, Rhode Island, EUA, com ascendência cabo-verdiana, Demetrius César Andrade, 1,85 metros, “sempre exaltou o patriotismo para com Cabo Verde, usando as cores da bandeira nacional e levando muitos compatriotas na diáspora a redescobrir Cabo Verde”.

Como “boxeur profissional” fez a sua primeira luta profissional em Outubro de 2008, tendo disputado vários campeonatos e títulos estaduais, nacionais e mundiais nas classes dos médios leves WBA e WBO, médios WBO e super-médio WBO, uma carreira marcada pela conquista ímpar, da sequência de 19 vitórias por nocaute, 12 por decisão dos juízes e zero derrotas.

Dos grandes feitos conseguidos, destacam-se, ainda, a sua primeira medalha de ouro em 2002, no National Silver Gloves Championships, quando começou a revelar todo o seu potencial para a modalidade de boxe, a conquista da medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro em 2007 e a medalha de ouro no campeonato Mundial Amador de Boxe de 2007.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.