Vivo Energy toma medidas de emergência devido a atraso na chegada de navio com combustível para aviões

15/12/2021 00:40 - Modificado em 15/12/2021 00:40
| Comentários fechados em Vivo Energy toma medidas de emergência devido a atraso na chegada de navio com combustível para aviões

Atraso na chegada do navio que assegura fornecimento de combustível utilizado para abastecimento de aviões obriga Vivo Energy a implementar “medidas de contingência”.

A informação é avançada pela empresa que comercializa produtos da marca Shell, que justifica a situação com um “atraso significativo” na chegada do navio que assegura o fornecimento ao país de JET A1.

A chegada do navio cargueiro estava inicialmente agendada para 13 a 15 de Dezembro, contudo, só deverá ocorrer a partir de 23 do corrente mês.

“Este atraso, completamente alheio à nossa vontade e controlo operacional, teve sérias implicações sobre os nossos níveis de stock, afectando a nossa normal capacidade de abastecimento às companhias aéreas em trânsito pelo país”, lê-se no documento.

A Vivo Energy aponta que as suas reservas “encontram-se a níveis anormalmente baixos, particularmente no Aeroporto Internacional Amílcar Cabral, na ilha do Sal”.

A empresa, sem entrar em detalhes, indica que adoptou uma série de medidas de contingência, com uma gestão criteriosa do stock, “por forma a garantir o abastecimento aos clientes com voos regulares de e para o país”, e sublinha que está a encetar todas as diligências no sentido de encontrar uma alternativa de fornecimento de combustível.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.