Associação Maense em Portugal alerta para fraude de alunos cabo-verdianos no pedido de vistos para estudos

8/12/2021 22:58 - Modificado em 10/12/2021 23:56

A Associação Maense em Portugal-AMP, alertou esta quarta-feira, 08, para a ocorrência de um caso de fraude, em que um aluno cabo-verdiano apresentou um certificado de habilitações literárias falso, no intuito de obter o visto para Portugal.

De acordo com uma nota de imprensa a Associação Maense em Portugal-AMP, referiu que o pedido foi indeferido esta semana, pela Embaixada de Portugal em Cabo Verde, devido a “audácia” de um aluno cabo-verdiano em apresentar um certificado de habilitações literárias falso, no instituto de obter o visto para Portugal.

“Considerando a informação disponibilizada pela mesma, séria e grave, a AMP de acordo com o que estabelece o artigo 5º do regulamento de candidaturas para estudos em Portugal, penaliza qualquer irregularidade ou atitude antiética cometida pelos candidatos, anulando-os”, salientou.

Nisto, assegurou que no que toca às conformidade com os critérios das candidaturas, sabe a instituição que alguns candidatos podem “sentir-se tentados a apresentar documentos inidôneos quando não satisfazem os requisitos, por julgarem ser o meio mais fácil para obter visto e entrar em Portugal”.

“Perante esta conduta, que condenamos veementemente e achamos merecedora de elevada censura, a AMP, primordialmente, como missão mais importante, não permitirá que ‘por um pagam todos’” concluiu a mesma fonte pedindo responsabilidade nos atos e que não “defraudem” a confiança da AMP.

  1. É um ato que nao pode fazer escola. Que haja puniçao, que sirva de exemplo e como medida de persuasão.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.