Ministro das Finanças: “2022 vai ser um dos anos mais desafiantes na história de Cabo Verde”

7/12/2021 23:10 - Modificado em 7/12/2021 23:11
| Comentários fechados em Ministro das Finanças: “2022 vai ser um dos anos mais desafiantes na história de Cabo Verde”

O Ministro das Finanças, Olavo Correia, afirmou hoje que o ano de 2022 vai ser um dos “mais desafiantes na história de Cabo Verde”, ainda que a campanha de vacinação seja um sucesso e se consiga manter o nível dos serviços sociais.

O governante que discursava na abertura da reunião do Comité de Pilotagem do One UN em Cabo Verde, salientou que o país não tem nada a perder, mas sim de fazer mais, “melhor e mais depressa” e é isto que também o país espera das Nações Unidas e de todos os outros parceiros.

“Cabo Verde, enquanto estado insular em desenvolvimento, deve alavancar novas parcerias, nomeadamente sul-sul e parcerias público-privadas, para desenvolver soluções inovadoras e criativas com acesso às tecnologias e ao financiamento” enalteceu.

“A nossa acção conjunta deve contribuir para, até 2026, erradicarmos a pobreza extrema em Cabo Verde e reduzir as desigualdades sociais”, afirmou o governante.

Para Olavo Correia, a reunião de hoje é um momento “importante e decisivo”, porque permite analisar o sucesso e, também, os desafios do trabalho em conjunto, à luz das prioridades de Cabo Verde para respostas à pandemia de covid-19.

O vice-primeiro-ministro revelou que no próximo ano o serviço da dívida do País será de cerca de 24 milhões de contos, “o equivalente a cerca de 56% (por cento) das receitas totais”.

Segundo ele, esta situação reduz consideravelmente o espaço fiscal para investimentos no desenvolvimento do capital humano, que é o “principal acelerador do desenvolvimento sustentável em Cabo Verde”.

“O serviço da dívida pública poderá ser desafiador, mas poderá também ter um impacto desacelerador no desenvolvimento sustentável de Cabo Verde”, indicou, acrescentando que desta forma o Governo conta com parceria técnica de alto nível das Nações Unidas e de outros parceiros do desenvolvimento.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.