Três startups cabo-verdianas na primeira Cimeira de Startups de África do Oeste

23/11/2021 15:33 - Modificado em 23/11/2021 15:33

As startups cabo-verdianas, Muska, SINTAXY e Chuva, representadas por Eliza Gomes, Victor Pinto e Danila Duarte, participaram, remotamente, na primeira Cimeira de Startups de África do Oeste, no âmbito da comemoração do Dia da Industrialização de África (20 de novembro), que decorre de 17 a 20 de novembro de 2021, na cidade de Niamey, Níger.

Organizado pela CEDEAO, com o apoio do Governo do Níger, da ONUDI (Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial), ECOBANK e Fundo de Solidariedade Africana (FSA), a Cimeira de Startups de África do Oeste, tem com o objetivo de promover o empreendedorismo sem fronteiras, a construção de um ecossistema de inovação na região e a criação de startups de base tecnológica, como solução para o futuro do trabalho em África, caracterizado por uma população jovem, sedenta das mudanças potencializadas pela inovação tecnológica.

Cada estado membro foi representado por 5 startups, que efetuaram a sua apresentação, por videoconferência, a um júri constituído por especialistas multissectoriais dos 15 estados membros da CEDEAO.

Desta apresentação, 30 startups (2 de cada estado membro) serão selecionadas como as melhores da região, podendo beneficiar do acesso a linhas de financiamento e a elementos de reforço das suas capacidades em diferentes domínios.

Durante a estadia em Niamey, os ministros e especialistas, além da validação dos resultados do concurso, examinarão o projeto de Carta das MPME 2021-2030, uma revisão da Carta 2015-2020, que expirou em 2020.

EC

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.