Professor de ensino básico em prisão preventiva por suspeitas de oito crimes sexuais contra crianças

17/11/2021 23:16 - Modificado em 18/11/2021 11:52

Um professor do ensino básico na cidade da Praia, ilha de Santiago ficou em prisão preventiva por suspeitas da prática de oito crimes de agressão e abuso sexual de crianças, ocorridos nos últimos dois anos.

Em comunicado de imprensa, a Procuradoria-Geral da República (PGR) informou que ordenou a detenção fora de flagrante delito, de um homem de 51 anos por indícios da prática de três crimes de agressão sexual, com penetração, e cinco crimes de abuso sexual de crianças.

O suspeito é professor do ensino básico na cidade da Praia e os factos vinham acontecendo há cerca de dois anos, sendo a vítima uma criança que na altura tinha 9 anos, informou ainda o Ministério Público.

O homem foi submetido ao primeiro interrogatório judicial na Comarca da Praia tendo-lhe sido aplica a medida de coação de prisão preventiva no quadro do requerimento do Ministério Público.

De referir que as penas previstas no Código Penal por abuso sexual de crianças foram agravadas, chegando até aos 14 anos de prisão.

No passado mês de agosto o Governo de Ulisses Correia e Silva anunciou a estratégia nacional e o Plano de Ação e de Comunicação para a Prevenção e Combate à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, cabendo a Cabo Verde a liderança do Conselho Interministerial para os Direitos das Crianças, no âmbito dessa estratégia nacional.

  1. Atento

    Nossa isso virou uma loucura, como é possivel????? São homens inseguros que não conseguem complementar uma mulher adulta e madura e recorrem a crianças para satisfazer as suas frustações sexuais, que são estimuladas por todos os meios de comunicação.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.