Aplicativo Med Safe App para dar a conhecer reações adversas a medicamentos e vacinas

4/11/2021 23:07 - Modificado em 4/11/2021 23:07
| Comentários fechados em Aplicativo Med Safe App para dar a conhecer reações adversas a medicamentos e vacinas

Med  Safe App, assim se denomina o aplicativo móvel, lançado hoje (04) em São Vicente, pela Entidade Reguladora Independente da Saúde (ERIS), para reportar casos de reações adversas aos medicamentos e vacinas.

No quadro das celebrações da Semana Internacional da Segurança do Medicamento, a Administradora da Entidade Reguladora disse que o aplicativo serve para aumentar o número de notificações através desta plataforma e que estará bem acessível à população, representando assim um forte engajamento do governo no sistema nacional de saúde. “Este aplicativo vai ao encontro da agenda do governo em consolidar o investimento nas tecnologias através de reformas estruturantes que permitam às entidades estarem mais próximas dos cidadãos, utentes e operadores económicos, através de serviços digitais” sustentou Iris Vasconcelos Matos.

Este aplicativo de aplicação gratuita está disponível para sistemas android e Apple e funciona sem conexão Internet. “O usuário pode entrar no aplicativo elaborar a notificação e guardar para envio posterior, mesmo não tendo internet” explicou Ester Oliveira, da Direcção de rRegulação Farmacêutica.

E vai mais além da notificação. “Dá acesso a informação sobre o medicamento, sobre as reações e tudo mais. E permite o registo do utilizador”, salientou a responsável que garantiu ainda que vai ser disponibilizado um link onde as pessoas podem aceder e baixar o aplicativo para o telemóvel e a “partir daí, notificar, através de formulário próprio, qualquer reação adversa a medicamentos e vacinas”

Cabo Verde tem registado casos significativos de notificações de recções adversas a medicamentos, mas os números, reconhece Iris Vasconcelos Matos, baixaram com a pandemia.

A vacinação contra a Covid-19 não causou muitas recções adversas em Cabo Verde, sendo que apenas 1 por cento das notificações foram casos graves que resultaram em internamento.

Esses dados foram divulgados hoje pela ERIS no arranque da celebração da Semana Internacional da Segurança do Medicamento, enquanto Centro Nacional de Fármaco Vigilância.

Com o lançamento do App, a ERIS quer aumentar o conhecimento da população sobre os medicamento e vacinas através da promoção de informações de referencia sobre seus efeitos.

Elvis Carvalho

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.