Ministro das Finanças garante que não haverá aumento salarial em 2022

3/11/2021 22:58 - Modificado em 3/11/2021 22:59
| Comentários fechados em Ministro das Finanças garante que não haverá aumento salarial em 2022

O Ministro das Finanças, Olavo Correia, garantiu hoje que não haverá aumento salarial no próximo ano, visto que há “muitos condicionalismos e incertezas internacionais que representam riscos” ao Orçamento Geral de Estado de 2022.

De acordo com Olavo Correia, que falava sobre o Orçamento de Estado para 2022, em sede de comissão especializada na cidade da Praia, vincou que tendo em conta as restrições orçamentais que estão confrontados, não têm espaço para proceder a atualização salarial.

“Não há receitas para fazer face a essa responsabilidade. O salário médio na Administração Publica melhorou nos últimos anos, os dados comprovam. Vamos esperar que a economia recupere em 2022. Em 2023 podemos olhar para esta questão com outros olhos e outras abordagens”, afirmou o governante.

As previsões para o próximo ano apontam que a Inflação poderá ficar entre 1.5 a 2 porcento e que a escalada de preços vai se estabilizar. A Taxa de Desemprego será de 14 porcento.

A queda de arrecadação de receitas vai continuar acentuada. O buraco financeiro será de 20 milhões de contos, mas mesmo assim a pretensão é arrecadar quase 44 milhões de contos em impostos. Apesar de não ser suficiente, representa um aumento de 25 porcento em relação a 2021

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.