Governo promete resolver os problemas dos professores até 2023

3/11/2021 22:49 - Modificado em 3/11/2021 22:49
| Comentários fechados em Governo promete resolver os problemas dos professores até 2023

O Governo vai resolver até 2023 todas as pendências dos professores desde 2008, garantiu o ministro da Educação, Amadeu Cruz, à margem de uma reunião com o Sindicato Nacional dos Professores (Sindep), esta quarta-feira.

Amadeu Cruz explicou que este foi um compromisso assumido com os sindicatos e que o executivo “está a fazer o máximo” para mobilizar meios orçamentais.

“No decurso deste ano orçamental tencionamos publicar alguns atos administrativos e corrigir distorções nas carreiras dos professores”, anunciou.

No entanto, alertou que Cabo Verde vive uma situação muito difícil em termos orçamentais e de finanças públicas, com perda de receitas fiscais na ordem de 60 milhões de contos nestes últimos três exercícios orçamentais, com a agravante do incremento dos gastos, nomeadamente com o serviço da dívida pública, o que cria uma pressão orçamental muito grande ao Governo”.

“Neste contexto é preciso fazer contenção, mas, mesmo assim, o Ministério da Educação está a fazer de tudo para honrar os compromissos com os sindicatos”, frisou.

Por seu turno, o presidente do Sindep, Jorge Cardoso, declarou que a organização saiu satisfeita com o anúncio do ministro de que ainda no decorrer deste ano serão feitas publicações das reclassificações de 2016, mas sem deixar de lamentar os atrasos verificados.

Contudo, indicou que as reivindicações continuam as mesmas, ou seja, reclassificações que remontam 2016 a esta parte, subsídios pela não redução da carga horária, congelamentos de salários e evolução da carreira, portanto, questões que vêm afetando a classe.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.