“Djibla” condecorado com Primeira Classe da Medalha do Vulcão

3/11/2021 01:36 - Modificado em 3/11/2021 01:36
| Comentários fechados em “Djibla” condecorado com Primeira Classe da Medalha do Vulcão

Daniel Pinto Mascarenhas «Djibla» e José Augusto Lima de Melo «Djessa», este a título póstumo), condecorado com Primeira Classe da Medalha do Vulcão

A Ordem do Vulcão, também denominada Medalha de 1.ª Classe da Ordem do Vulcão, é uma comenda que o presidente de Cabo Verde atribui a personalidades nacionais e estrangeiras, que contribuem para o engrandecimento da nação. É a principal comenda do país, criada após a sua independência.

O seu nome verdadeiro é Daniel Pinto Mascarenhas. Este “mnine de Soncente” nasceu na ilha do Maio, a 29 Fevereiro de 1940, filho de Idalina Pinto Mascarenhas, natural de São Vicente, e de António St. Aubyn Mascarenhas, de São Nicolau, segundo o blogue  olhosdezepra.blogspot

Fotógrafo profissional, neste momento dos mais antigos de São Vicente e até mesmo de Cabo Verde, a fotografia, conforme confessa, “é uma paixão”. Mais do que isso, “um prazer tremendo, uma coisa que encanta qualquer pessoa. A todos os lugares onde eu ia chamavam-me para tirar fotografias. Depois fui ‘obrigado’ a tirar fotografias de documentos, reportagens, casamentos, festivais, funerais”.

Com 14 anos Djibla já andava a brincar de fotógrafo com uma máquina pequenina, da qual já não se recorda como lhe foi parar às mãos. No então único de liceu de São Vicente, no período colonial, era ele quem fazia as reportagens dos grandes encontros, as festas e as novidades que aparecessem. “Nessa época as fotos eram oferecidas de graça às pessoas, mas as dificuldades obrigaram-me depois a vendê-las”, e assim, de paixão, a fotografia tornou-se também no “ganha pão” deste hoje empresário.

Entretanto, em 1961, Djibla partiu para Angola, a serviço militar. Durante o tempo que esteve na tropa era o fotógrafo do seu quartel, na infantaria de Luanda. Ganhou muito dinheiro e quando regressou decidiu montar o seu estúdio. Isto em 1967.

São poucos aqueles que já tiveram a oportunidade de conhecer a cave da sua loja, o cantinho onde Djibla guarda as recordações e os registos das mais altas personalidades e acontecimentos que marcaram São Vicente.

É o caso da visita de Marcello Caetano, Baltasar Lopes da Silva a discursar da varanda da Câmara Municipal por altura do 25 de Abril, os comícios que se seguiram, a independência nacional, a chegada do barco “Independência”, os bailes que se faziam nesse tempo e mais um número interminável de acontecimentos. Afinal, qual testemunha ocular da história, Djibla e a sua máquina não poderiam deixar de estar presentes nesses e muitos outros acontecimentos que se seguiram.

Precisamente por isso, mais do que um depositário de imagens, este cabo-verdiano, que também chegou a ser deputado nacional pelo MpD, é também um memorialista. Gosta de relembrar e contar, para quem quiser ouvi-lo, as histórias e os nomes que existem por detrás de todos aqueles negativos e registos. Possui vários livros de registo onde tem anotadas todas as pessoas e acontecimentos que já passaram pela lente da sua máquina.

Felizmente, neste momento, está a trabalhar na digitalização de todo o seu acervo de imagens, para um dia criar um arquivo nacional ou da Cidade do Mindelo, conforme for o caso.

É condecorado, com o Primeiro Grau da Ordem do Dragoeiro, o Cidadão: Emanuel Maria Dias Fernandes «Zeca di Nha Reinalda»

São condecorados, com a Primeira Classe da Medalha do Vulcão, os Cidadãos:

Daniel Pinto Mascarenhas «Djibla» e José Augusto Lima de Melo «Djessa» (a título póstumo).

São condecorados, com a Primeira Classe da Medalha de Mérito, os Cidadãos: César Marques da Silva (a título póstumo); Emanuel Braga Tavares (a título póstumo); Euclides Joaquim de Aguiar Fontes (a título póstumo); Jailson Brito Querido; João Brito Lima; João Manuel Ferro Nobre de Oliveira (a título póstumo); Manuel Monteiro (a título póstumo); Marco Abbondanza.

É também, condecorada, com a Primeira Classe da Medalha de Mérito: Associação Causa Maior;

É condecorado, com a Segunda Classe da Medalha do Vulcão, o Cidadão, Noel da Silva Évora Fortes.

É condecorado, com a Segunda Classe da Medalha de Mérito, o Cidadão, Alberto Leite.

É também, condecorada, com a Segunda Classe da Medalha de Mérito, ACATI – Associação cabo-verdiana de Apoio à Terceira Idade.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.