Manifestantes em Miami pedem a libertação de Alex Saab, que enfrentará mais uma audiência judicial na próxima segunda-feira, na Flórida

28/10/2021 00:04 - Modificado em 28/10/2021 00:04
| Comentários fechados em Manifestantes em Miami pedem a libertação de Alex Saab, que enfrentará mais uma audiência judicial na próxima segunda-feira, na Flórida
@Fight Back! News

Algumas dezenas de pessoas manifestaram-se esta semana, no Sul da Flórida, Estados Unidos, a pedir a libertação de Alex Saab, o diplomata venezuelano extraditado de Cabo Verde no passado dia 16 de Outubro, após mais de ano e meio detido na ilha do Sal  pelas autoridades cabo-verdianas na sequência de um Alerta Vermelho da INTERPOL que a defesa sempre considerou ilegal.

Nessa manifestação, em que os participantes exibiam cartazes classificando a extradição de Alex Saab como ilegal, participaram várias organizações, algumas ligadas à diáspora venezuelana e cubana nos Estados Unidos e outras americanas.

“Todos devem unir-se a nós e condenar todas as acções do império americano, nomeadamente raptos, bloqueios e golpes de estado promovidos pelos Estados Unidos. Todos temos de perceber que partilhamos o interesse em pôr fim a estas políticas”, disse Alexa Weber, do Círculo Bolivariano de Miami.

Por seu lado, Will Blake, do Comité para Parar a Repressão do FBI, deixou a seguinte mensagem. “Condenamos esta tentativa ilegal do sistema judicial dos EUA de encarcerar e julgar um diplomata venezuelano. Os EUA têm uma longa história de promover a sua agenda imperialista, fazendo falsas acusações contra quem se atravesse no seu caminho”.

Alex Saab, que será ouvido na próxima segunda-feira em mais uma audiência judicial nos tribunais de Miami, foi detido em Cabo Verde em Junho de 2020 quando estava a caminho do Irão para assinar com o Governo daquele país um acordo comercial que iria ajudar a Venezuela a contornar o bloqueio imposto pelos Estados Unidos.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.