Ministro do Mar – sustentabilidade dos mares e dos oceanos será o foco principal da quarta edição do Cabo Verde Ocean Week

27/10/2021 00:00 - Modificado em 27/10/2021 10:57
| Comentários fechados em Ministro do Mar – sustentabilidade dos mares e dos oceanos será o foco principal da quarta edição do Cabo Verde Ocean Week

O ministro do Mar, Paulo Veiga, garantiu hoje que a quarta edição do Cabo Verde Ocean Week que decorrerá em São Vicente de 21 a 26 de novembro próximo, será um evento internacional que reunirá organismos, especialistas e personalidades de reconhecido mérito e conhecimento profundo nesse domínio.

Paulo Veiga fez estas afirmações durante a cerimónia de abertura da segunda sessão da formação no domínio da fiscalização e controlo das atividades da pesca destinada a 20 agentes de fiscalização de Barlavento.

“Este será um evento de cariz internacional, que reconhece a importância do mar e dos oceanos para a sustentabilidade do planeta. Conservação dos recursos marinhos, preservação das atividades levadas a cabo nos oceanos e o seu impacto na economia do país, com a criação de uma cultura voltada para a preservação e conservação. Identificando simultaneamente áreas de negócios que permitam explorar de forma sustentável os recursos marinhos nos mares sob a jurisdição do país” explicou o ministro.

Em relação a esta formação, Paulo Veiga afirmou que esta e outras iniciativas são uma aposta clara na formação no domínio das atividades económicas desenvolvidas no mar constitui dando resposta a um conjunto de necessidades formativas, sejam elas de qualificação profissional e aperfeiçoamento prático ou de nível superior.

A formação de inspetores de pesca, apontou ele, deve estimular comportamentos guiados pelos valores da coragem e da ousadia, em conjunto com a disciplina e o profissionalismo, na medida em que estamos perante um dos momentos mais desafiantes da economia cabo-verdiana, no período pós pandemia.

Nesta lógica, o Governo de Cabo Verde está firme e determinado na implementação do Campus do Mar que pretende ser um centro de resposta avançada para as necessidades formativas do mar, de modo que sejam aproveitados todas as oportunidades e potencialidades da economia marítima como um dos pilares fundamentais da economia cabo-verdiana.

O ateliê tem como objetivo reforçar as capacidades técnicas e em matéria de legislação pesqueira de 40 agentes de fiscalização da pesca (20 de Sotavento e 20 de Barlavento), nomeadamente da Inspeção Geral das Pescas da Guarda Costeira e da Polícia Marítima, tendo sido realizado no âmbito da implementação do programa PESCAO “Melhoria da Governação Regional das Pescas na África Ocidental”, é financiada pela União Europeia, a Comissão Sub-Regional de Pescas, com o apoio técnico da Agência Europeia de Controlo das Pescas.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.