Morte de diretora de fotografia: Depoimento revela que Alec Baldwin apontava para a câmara quando disparou

25/10/2021 11:36 - Modificado em 25/10/2021 11:37
© Getty Images

A polícia continua a fazer inquéritos sobre o acidente que aconteceu nas gravações do filme ‘Rust’ e que tirou a vida a Halyna Hutchins.

Alec Baldwin estava a apontar para a câmara quando disparou o tiro que matou Halyna Hutchins e que deixou ferido o realizador Joel Souza, revela um depoimento divulgado no domingo citado pela Reuters

“Joel afirmou que Alec estava sentado num banco de uma igreja e ele estava a praticar um tiroteio. Joel disse que estava a olhar por cima do ombro de Hutchins quando ouviu o que parecia um chicote e um estalo alto”, refere o documento.

O depoimento revela ainda que a diretora de fotografia foi atingida no peito. A cineasta “queixou-se do estômago e agarrou a barriga”, começou a cambalear para trás e disse que não sentia as pernas.

O acidente, recorde-se, aconteceu na passada quinta-feira no set de filmagens do filme ‘Rust’, no Novo México. Halyna Hutchins morreu aos 42 anos e Joel Souza foi atingido no ombro.

Alec Baldwin, o autor do disparo, lamentou publicamente o desastre e tem estado em contacto com o viúvo e filho da cineasta, que entretanto viajaram para o México e encontraram-se com o ator. “[Alec Baldwin] tem sido muito prestável”, disse o viúvo em declarações ao Daily Mail.

Por sua vez, o pai de Halyna Hutchins falou ao The Sun para deixar claro que não atribui culpa a Alec Baldwin pelo acidente.

noticiasaominuto

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.