Assembleia Nacional da Venezuela condena sequestro de Alex Saab pelo Governo dos EUA em cumplicidade com as autoridades cabo-verdianas

22/10/2021 23:23 - Modificado em 22/10/2021 23:23
| Comentários fechados em Assembleia Nacional da Venezuela condena sequestro de Alex Saab pelo Governo dos EUA em cumplicidade com as autoridades cabo-verdianas

A Assembleia Nacional da Venezuela aprovou esta quinta-feira,21, um acordo de repúdio ao sequestro do diplomata venezuelano Alex Saab pelo Governo dos Estados Unidos em cumplicidade com as autoridades cabo-verdianas.

Segundo o periódico Redacción Fuser News o acordo de repúdio inclui também a denúncia “ao mundo e a todos os organismos multilaterais das violações dos direitos humanos de que foi vítima o diplomata venezuelano Alex Nain Saab Morán”.

Nesse sentido, o Parlamento venezuelano condenou “a operação de extração imoral, arbitrária e ilegal realizada pelo Governo dos Estados Unidos em 16 de outubro de 2021 contra o diplomata venezuelano Alex Nain Saab Morán, representante do Governo da República Bolivariana da Venezuela perante o mesa de diálogo que acontece no México e representante diplomático da Venezuela perante a União Africana ”, diz o acordo.

Da mesma forma, o Poder Legislativo exige categoricamente do governo dos Estados Unidos “a libertação imediata de Alex Nain Saab Morán e a proteção de sua vida, saúde e integridade pessoal”.

Da mesma forma, os deputados se solidarizam com Camilla Fabri Saab, esposa do diplomata venezuelano, seus filhos e filhas e outros parentes “nestes momentos difíceis que atravessam a ação imoral, arbitrária e ilegal do governo dos Estados

Por último, a mesma fonte escreve que a AN apoia a suspensão da participação na mesa de negociação e diálogo que deveria começar no dia 17 de outubro na Cidade do México, “como expressão de profundo protesto contra a agressão brutal contra a pessoa e a posse do delegado Alex Nain Saab Morán.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.