Camilla Saab agradece ao Povo de Cabo Verde pelo seu apoio – Esposa de Alex Saab permanece sem visto para entrar no país

11/10/2021 23:08 - Modificado em 11/10/2021 23:09

Mais de dez dias após lhe terem dito que lhe seria concedida autorização para entrar em Cabo Verde, Camilla Saab, a esposa do diplomata venezuelano Alex Saab, permanece sem visto de entrada no país. Camilla Saab espera visitar o seu marido acompanhada pelas suas duas filhas de 4 anos e 18 meses, respetivamente. 

A principal razão da sua visita relaciona-se com a deterioração da saúde do diplomata venezuelano, que é um doente oncológico e que não recebe os cuidados especializados de que necessita desde 12 de junho de 2020, quando foi detido na ilha do Sal. A frágil saúde de Alex Saab foi reconhecida pelo Tribunal da Relação do Barlavento (TRB) a 31 de agosto quando autorizou a sua transferência para a capital da Praia, no entanto, seis semanas mais tarde a transferência ainda não ocorreu. Não foi dada qualquer explicação por parte da polícia local para o facto de não estarem a cumprir as instruções do TRB.

Camilla Saab, acompanhada pelas suas filhas, encontra-se atualmente em Cuba, onde os seus vistos deveriam ser emitidos pela embaixada de Cabo Verde em Havana.  O processo está agora alegadamente a ser submetido a “procedimentos burocráticos“, de acordo com uma fonte governamental contactada na sexta-feira pelo “Notícias do Norte” (NN).

Numa mensagem no Facebook publicada a 10 de outubro na página #FreeAlexSaab, Camilla Saab agradeceu às centenas de cabo-verdianos que expressaram o seu apoio a ela, às suas filhas e a Alex Saab. A Sra. Saab expressou a sua esperança de estar em breve com o seu marido e pai das suas filhas, e disse “Gostaria de enviar os meus sinceros agradecimentos a todo o povo de Cabo Verde que expressou o seu apoio a mim e à minha família na semana passada.  Não fazem ideia do conforto que as vossas palavras deram às minhas filhas e a mim”.  Espero que as autoridades de Cabo Verde vejam que nem eu nem as minhas filhas, de quatro anos e de 18 meses de idade, representamos qualquer ameaça para Cabo Verde e não há qualquer razão possível para nos negar a entrada no vosso país.”

Camilla Saab concluiu escrevendo “Esperamos encontrar-nos em breve com o meu marido e pai das minhas filhas para assegurar que, dada a sua saúde em deterioração, ele recebe os cuidados de que necessita urgentemente.  Espero que a ordem do Tribunal do Barlavento seja respeitada por aqueles que foram responsáveis pelo bloqueio da ordem de transferência de Alex para a Praia.”

 Esta não é a primeira vez que a esposa do diplomata venezuelano planeia viajar para Cabo Verde para estar com o seu marido.  Em março de 2021, solicitou pessoalmente o visto diplomático e obteve, em menos de duas semanas, um visto diplomático da mesma embaixada cabo-verdiana em Cuba. No entanto, a Sra. Saab não pode viajar antes de o visto expirar. A embaixada de Cabo Verde permanece em silêncio quando lhe perguntam porquê agora, mais de duas semanas após o pedido ter sido apresentado pessoalmente, não foi emitido qualquer visto.

  1. fernando benjumea

    Ele não é diplomático

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.