São Vicente recebe em dezembro o “Fórum São Vicente 2035” para refletir e desenvolver a ilha

30/09/2021 00:25 - Modificado em 30/09/2021 00:26
| Comentários fechados em São Vicente recebe em dezembro o “Fórum São Vicente 2035” para refletir e desenvolver a ilha

A Câmara Municipal de São Vicente realiza de 8 a 10 de Dezembro, o “Fórum São Vicente 2035” que visa apresentar uma agenda de transformação na ilha no horizonte de 2035, e desta forma fazer o relançamento de São Vicente, a nível nacional e a sua projeção a nível internacional.

Com o tema a internacionalização de São Vicente, sob o lema “Transformar São Vicente numa ilha, atrativa, dinâmica e competitiva”, o fórum está enquadrado na agenda de desenvolvimento e projeção internacional da ilha de São Vicente que pretende pensar e projetar o futuro da ilha e da região norte a longo prazo. E para isso, o presidente da Câmara Municipal de São Vicente espera mobilizar as principais partes interessadas, o governo, as câmaras municipais, a sociedade civil, os setores público e privado, especialistas nacionais e estrangeiros, para “juntos refletirmos e construirmos um consenso regional para o desenvolvimento e modernização da ilha”.

A apresentação do projeto que esteve a cargo do vereador Albertino Graça apontou 2035 como meta a ser atingido, e para isso, disse que é preciso uma projeção, mais a longo prazo e assim ter um “São Vicente desenvolvido e com uma agenda de transformação nos próximos anos”.

Com efeito, Albertino Graça afirma que São Vicente tem conseguido resistir à crise, mas não tem todas as condições deste mundo e do outro e não pode continuar a ficar sem uma programação. “Temos que programar para tentar aproveitar todas as possibilidades que irão surgir quando a crise passar. Se não fizermos isso agora, como é evidente, e se fizermos quando as coisas começarem a acontecer, naturalmente estaremos atrasados” salientou o vereador.

Com uma programação vasta, que ainda está em progresso, o evento passa por discutir tudo sobre a ilha, desde das suas potencialidades em prol do seu desenvolvimento, passando pelas dinâmicas sociais da região norte do país, do drama dos bairros de lata na ilha, porque que elas existem e fazer um ponto da situação de todos os projetos em cursos na ilha de São Vicente, que até agora são 26, e projetar novo projetos, é a forma como a edilidade pretende trabalhar este fórum, que vai ser uma forma de dizer, especialmente ao governo, que “nós não esquecemos das promessas eleitorais, portanto os projetos tem que arrancar” salientou Albertino Graça.

Neste evento a edilidade, quer falar ainda sobre o plano estratégico de desenvolvimento sustentável, o plano de desenvolvimento económico local, que passa pelo desenvolvimento económico privado. “Temos todas as áreas elencadas que precisamos trabalhar e destaque para as empresas municipais”, bem como a questão dos transportes marítimos e aéreos.

“Queremos falar ainda do plano de ordenamento do território e modernização. Onde cada iniciativa irá se enquadrar na ilha. Nós temos que rapidamente dizer onde cada coisa ficará na ilha num futuro próximo”. 

Elvis Carvalho

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.