Casos de conjuntivite registado em várias ilhas

24/09/2021 23:43 - Modificado em 24/09/2021 23:43
| Comentários fechados em Casos de conjuntivite registado em várias ilhas

Conforme informações recolhidas por este online, para além da ilha de Santiago as ilhas do Fogo, Sal, Maio, Santo Antão já registaram por estes dias casos de conjuntivite (pularmente denominado de dor nos olhos), sendo que ainda não se sabe se este surto de conjuntivite é de origem viral ou bacteriana, apontou a presidente do INSP, Maria da Luz Lima.

O calor, o suor e o tempo seco do Verão criam condições para o aparecimento de diversas doenças como as diarreias, vómitos e a conjuntivite.

Neste momento, segundo o INSP amostras estão sendo recolhidas para análises no exterior. “Depois de ser considerado um surto vamos agora trabalhar na questão de comunicação, para informar às pessoas o que fazer para não haver mais infeções”, precisou, Maria da Luz Lima, que indicou se tratar de infeção de etiologia viral altamente contagioso, e com alto poder de disseminação. Entretanto, um conjunto de ações preventivas estão a ser preparados, assegurou.

A conjuntivite se manifesta por uma inflamação ou irritação da conjuntiva — membrana fina e transparente que cobre a parte branca do olho. Suas causas podem incluir alergias (à fumaça, maquiagem ou cloro de piscina, por exemplo) ou infecções causadas por bactérias ou vírus.

Apesar de muito incômodas e contagiosas, em geral as conjuntivites são fáceis de tratar e não costumam deixar sequelas. A mais comum é a infecciosa, que é contraída através do contato direto com pessoas ou superfícies contaminadas.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.