Vulcões em erupção na Europa. Das Canárias à Islândia

22/09/2021 12:35 - Modificado em 22/09/2021 12:35
| Comentários fechados em Vulcões em erupção na Europa. Das Canárias à Islândia
© Getty Images

A lava do Cumbre Vieja continua a avançar e a deixar um rasto de destruição à sua passagem. Em Itália, no espaço de meses o Etna tem registado dezenas de erupções.

Nos últimos dias, a erupção do Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma, nas Canárias, tem centrado atenções e veio demonstrar a capacidade destrutiva de um vulcão desperto.

Várias localidades de La Palma já foram afetadas pelo avanço inexorável da lava que tem sido continuamente expelida do Cumbre Vieja.

Segundo as estimativas do programa Copernicus, da Agência Espacial Europeia, 154 hectares já foram destruídos (mais 50% do que ontem) e 320 edifícios foram arrasados pela lava. Seis mil pessoas foram retiradas das suas casas.

A lava do vulcão encontra-se a 2,5 quilómetros da costa, com uma frente que, em certos pontos, chega aos 12 metros de altura. No entanto, as frentes de lava estão a desacelerar, algo que mantém em suspense os especialistas que estão a acompanhar o fenómeno, que não afastam a possibilidade da lava não chegar ao mar, adianta o El País.

Esse atraso na eventual chegada ao mar aumenta o potencial de destruição em terra.

Mas o Cumbre Vieja não é o único vulcão em erupção na Europa neste momento. Há outros dois vulcões em erupção.

Um deles é um velho conhecido: o Etna. O vulcão localizado na Sicília, em Itália, entrou em erupção esta terça-feira, três semanas depois do último registo de atividade. Desde fevereiro deste ano, o Etna já entrou em erupção mais de 50 vezes.

O fluxo de lava libertado durou 40 minutos e a erupção gerou uma nuvem de cinzas que atingiu os nove mil metros de altura, refere a Sky tg24. O Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia de Itália emitiu um alerta vermelho para voos, mas a atividade do Etna acabou por não afetar as operações no aeroporto de Catânia.

Ao contrário do Etna, o Fagradalsfjall, é uma adição recente à lista de vulcões na Islândia. Formou-se em março deste ano e desde então não parou de expelir lava. Segundo a National Geographic, alguns cientistas acreditam que a erupção do Fagradalsfjall vai continuar durante anos.

O jovem vulcão tornou-se uma das mais recentes atrações da Islândia, e nos últimos meses muitas pessoas têm-se dirigido à área onde está o vulcão para observá-lo a expelir lava.

Noticiasaominuto

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.