China acusa EUA de bullyng político no caso Alex Saab

18/09/2021 19:38 - Modificado em 18/09/2021 19:43
| Comentários fechados em China acusa EUA de bullyng político no caso Alex Saab

Zhao Lijian, vice-diretor do Departamento de Informação do Ministério de Relações Exteriores da China, abordou o caso Alex Saab  considerando que os EUA usam da prática de bullying político que afecta as relações internacionais. 
Numa conferência de imprensa, foi levantada uma questão referente ao enviado especial da Venezuela, Alex Saab, acusado de lavagem de dinheiro pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos em julho de 2019 e foi detido em Cabo Verde em junho de 2020, quando o seu avião parou ali para reabastecer. 

Consta que um tribunal de Cabo Verde aprovou recentemente a extradição de Alex Saab para os EUA.  Você tem algum comentário?
Zhao Lijian: Os EUA têm desempenhado um papel vergonhoso na questão venezuelana.  Abusa constantemente de manobras políticas e judiciais, incluindo sanções e extradições, com o objetivo de interferir nos assuntos internos da Venezuela. Essa prática de bullying político dos EUA afeta o intercâmbio internacional regular de pessoal e põe em risco a confiança mútua e a cooperação entre os países. A China rejeita isso firmemente. A China exorta os EUA a mudar seu antigo hábito, atender ao apelo por justiça da comunidade internacional e cumprir a lei internacional e as normas básicas que regem as relações internacionais.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.