São Vicente: Projetos sociais entregam materiais escolares para crianças necessitadas

12/09/2021 23:07 - Modificado em 12/09/2021 23:07

Este fim-de-semana, dezenas de crianças que pertencem a famílias previamente identificadas, em São Vicente, receberam os seus kits escolares. São crianças e adolescentes com idades compreendidas entre os quatro aos 18 anos, provenientes de famílias carenciadas ou em situação de vulnerabilidade, em decorrência da pandemia da covid-19.

Nas zonas de Ribeira Bote e Fonte Francês, por exemplo, são duas das zonas, onde algumas crianças, as mais necessitadas, foram beneficiadas com materiais escolares para ajudar no regresso às aulas, já esta segunda-feira. Além destes projetos, o Centro Social SOS, que desenvolve várias ações, entregou materiais a cerca de 61 crianças, que vêm sendo acompanhadas pelo projeto Hermann Gmeiner Development.

Fonte Francês

Em Fonte Francês, a campanha de recolha de materiais desenvolvida pela área social do Clube Desportivo de Fonte Francês, culminou este domingo, com a entrega este ano de 60 kits escolares.

De acordo com o presidente do clube, esta é uma iniciativa que já decorre já tem alguns anos e “o objectivo é ajudar as crianças das famílias mais vulneráveis da comunidade de Fonte Francês”, realçando que os materiais foram uma doação de uma emigrante dos Estados Unidos da América (EUA), que todos os anos tem vindo a recolher os materiais e oferecer para o Clube distribuir.

A seleção das crianças beneficiadas é feito através da área social do clube, em que os elementos fazem uma pesquisa, na zona a procura das famílias mais vulneráveis, ou algumas dirigem ao clube e deixam o seu nome e a sua situação”, esclareceu Américo Lopes, que destacou a importância das crianças e adolescentes estarem munidos de condições, mínimas, para as aulas.

Ribeira Bote

Em Ribeira Bote, “Uma criança, um kit escolar” é um projeto de cariz social, realizado em outras zonas e implementado, pelo jovem futebolista, Ronaldo Santos conhecido por “Ron Lebrox” e Carlos “Cacá” Monteiro, que criaram a Associação Recreativa de Crianças de São Vicente, após perceberam que algumas crianças da sua zona corriam o risco de falhar o ano lectivo 2020/21 devido a falta de materiais escolares.

Este domingo, a dupla fez a entrega a 36 crianças da zona, que graças à solidariedade de muitos, vão conseguir frequentar a escola, munidos do essencial.

Centro Social SOS em São Vicente

O Centro Social SOS em São Vicente, tendo em conta o início do ano letivo, 13 setembro e acompanhando as dificuldades das crianças que fazem parte da sua estrutura, fez a entrega de kits escolares a crianças e jovens, do jardim infantil ao 12º ano inseridos no sistema de ensino, bem com os materiais de proteção para garantir que continuem a cumprir com as regras sanitárias contra a Covid 19.

Esta entrega segundo a Diretora do centro, Graça a entrega dos materiais está enquadrada no âmbito do projeto Hermann Gmeiner Development, implementado em Agosto de 2020 e que apoia 31 crianças e jovens inseridos no sistema, bem como material de proteção para garantir que continuem a cumprir com as regras estipuladas pelo Sistema Nacional de Saúde.

As crianças receberam quase tudo, menos os livros escolares e para estes responsáveis as pessoas que vivem nestes locais, merecem a sua atenção. “Muitos nos perguntam o que ganhamos. Realmente não ganhamos nada material ou financeiro”.

Elvis Carvalho

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.