Alegado responsável da morte do jovem Daricson Delgado em Ribeira de Craquinha aguarda julgamento em liberdade (Atualizada)

10/09/2021 11:51 - Modificado em 10/09/2021 11:51

Ao contrário do que o NN havia avançado antes, a prima do jovem Daricson Delgado em nenhum momento acusou o suspeito, “mas sim eu disse que quando vi o Daricson no chão dirigi para ele e perguntei o que aconteceu, as pessoas no local responderam que ele foi agredido com um ferro de grelha e uma pegada no pescoço”, referiu Idilene Pires, em resposta ao NN.

Apresentação periódica, obrigação de não se ausentar da ilha e a não frequentar a zona onde ocorreu o crime, foi a medida de coação imposta pelo Tribunal da Comarca de São Vicente ao suposto responsável pela morte do jovem Daricson Delgado, de 33 anos, no bairro da Ribeira de Craquinha, no passado sábado (4), por volta das 23h00, apurou este jornal online junto de fontes judiciais.

Apesar da gravidade da ação que tirou a vida a um jovem, a juíza do 1ºJuízo crime da Comarca decidiu que o agressor vai responder em liberdade, contrariando o pedido do Ministério Público, que tinha pedido a prisão preventiva em virtude de considerar que houve violência excessiva, como declaram as testemunhas.

Segundo alegou o autor da agressão a vítima mortal tinha ido a casa em busca de uma arma e depois avançou na sua direção, foi obrigado a arremessar-lhe o ferro de grelha que o atingiu. Na sequência da briga este tentou afastá-lo com o braço na garganta, mas acabou por fazer muita força, ao ponto da vítima desfalecer. Segundo afirmou não houve intenção de matar e este parece ter sido o entendimento da juíza que não optou pela medida mais gravosa de coação.

Daricson Delgado tinha 33 anos e segundo informações prestadas pela prima Idilene Pires, ouvida pela RCV, as testemunhas no local disseram que não houve uma discussão entre a vítima e o suposto agressor.

“O pessoal que no momento estava na rua contou que eles não discutiram, foi tudo muito rápido (…) quando fui ter com ele já o encontrei caído. Perguntei às pessoas o que havia acontecido e disseram-me que ele tinha sido agredido com um ferro de grelha e asfixiado”, detalhou.

Elvis Carvalho

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.