Cadernos eleitorais serão digitais já nas presidências de Outubro

31/08/2021 01:57 - Modificado em 31/08/2021 01:57
| Comentários fechados em Cadernos eleitorais serão digitais já nas presidências de Outubro

A ministra da Justiça, Joana Rosa, anunciou esta segunda-feira, que os cadernos eleitorais serão desmaterializados já nas próximas eleições presidenciais de 17 de Outubro, uma novidade apresentada à imprensa à margem de uma visita que efetuou à Direcção-Geral de Apoio ao Processo Eleitoral (DGAPE).

“Temos várias novidades para este ano. Vamos ter os cadernos eleitorais desmaterializados, isso significa que, após as eleições, vamos saber que a faixa etária dos eleitores que foram às urnas, vamos poder, já na noite eleitoral, ter já elementos em relação aos que foram votar e outros que não foram votar”, afirmou a governante, citado pela Inforpress.

A ministra da Justiça informou ainda que, das legislativas até esta parte, houve um “número significativo” de novos inscritos.

“No País, tivemos 7.918 inscritos e na Diáspora tivemos 5.086 inscritos. Isso significa que as pessoas já estão a dar também muita importância às eleições presidenciais. Num curto espaço de tempo ter-se um número significativo de eleitores inscritos, isso já diz que os cabo-verdianos estão a interessar-se muito pelo processo eleitoral. Vamos agora criar as condições para que no dia 17 de Outubro os cabo-verdianos possam, na verdade, ir às urnas e votar”, adiantou.

Questionada sobre o auxílio financeiro à Comunicação Social pública para cobrir as campanhas presidenciais, Joana Rosa respondeu que esta é uma questão que tem de ser vista, acrescentando que há despesas que têm que ser feitas e que a informação jornalística deve estar dentro daquilo que é o bolo distribuído para o processo eleitoral.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.