Edição online do Baía das Gatas 2021 com nota positiva

16/08/2021 02:51 - Modificado em 16/08/2021 02:51
| Comentários fechados em Edição online do Baía das Gatas 2021 com nota positiva
DZE Audiovisual
@ DZE Audiovisual

Após três dias de muita música, com a atuação de vários artistas, caiu este domingo o pano sobre a trigésima sétima edição do festival online, que teve nota positiva da organização, artistas, staff, bem como da população que assistia via internet.

Um evento, que pelo segundo ano consecutivo aconteceu espaço do Pont D´Agua no Centro da cidade.

Os artistas que passaram por este palco, embora reconheçam que o público presente num espetáculo representa mais de 70 por cento de todo o Show, este momento, serviu para, também ajudar aos artistas que durante esta pandemia viram as suas fontes de receita esgotarem, ou diminuir. “Estiveram aqui vários artistas que estavam a precisar deste momento” referiu Jacqueline Fortes,ela que regressou aos palcos deste festival, cinco anos depois, ao receber um convite da câmara de São Vicente, durante as suas férias no país.

E para que tudo volte à normalidade, o apelo deste fim-de-semana foi a adesão à vacinação. “Só podemos perspetivar uma melhora nesta situação se todos vacinarem. De Jorge Sousa, a Edson Oliveira, Elly Paris, está foi a mensagem desta edição.

Já a organização do festival destaca a importância deste evento, que segundo o presidente da câmara de São Vicente, Augusto Neves, é um evento para que o nome Baía das Gatas continue sempre presente e também uma forma de ajudar a todos os que se envolvem na realização deste certame.

Augusto Neves aproveitou a oportunidade para, também, lançar o apelo sobre a vacinação, já que defende que uma ilha como São Vicente, que vive cultura não pode continuar com as portas fechadas.

Em relação a visualizações a organização acredita que pode ter ultrapassado o número da edição do ano passado que foi assistido por cerca de 139 mil pessoas, em Cabo Verde e no estrangeiro.

Aquele que todos anos atrai artistas renomados para o palco mais cobiçado do país, este ano voltou a dispensar a presença internacional concentrando-se em artistas de várias ilhas e estilos diferenciados.

No seu terceiro e último dia, o palco da Baía das Gatas foi aberto pelos jovens Aline Frederico Fábio Ramos e Djosa, passando por nomes como Diva Barros, Jacqueline Fortes e Jorge Sousa, Edson Oliveira e My Roots, já muito conhecidos nos palcos do Mindelo.

O encerramento esteva a cargo do rapper de São Vicente que trouxe toda a sua energia e a sua presença para mais uma edição online do maior festival de música de Cabo Verde.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.