Mindel Floating Music Hub vai ser inaugurado este fim-de-semana

11/08/2021 08:12 - Modificado em 11/08/2021 08:12
| Comentários fechados em Mindel Floating Music Hub vai ser inaugurado este fim-de-semana

O projecto Mindel Floating Music Hub (MFMH), situado na baía do Porto Grande, no Mindelo, do investidor maliano Samba Bathily, vai ser inaugurado na sexta-feira, 13 de Agosto, com a presença de artistas locais e estrangeiros, de acordo com informações avançadas na página oficial dos promotores, o Mansa Floating Hub.

O evento, que marca o início das atividades nesse espaço que já é considerado uma atracção cultural e arquitectónica da cidade do Mindelo, terá a duração de três dias, de 13 a 15 de Agosto, e coincide com o Festival Baía Das Gatas.

“Sendo o maior festival cultural de Cabo Verde, se colocarmos os dois eventos em paralelo, estaremos a demonstrar o poder da criatividade e da inovação. O nosso evento de três dias será abrilhantado por criativos locais e internacionais, fundindo-se na nossa obra-prima arquitetónica” lê-se no texto de apresentação.

Segundo a mesma fonte, este evento marcará o “início do funcionamento de uma plataforma criativa para trabalhar, colaborar, participar em programas culturais e de desenvolvimento e, finalmente, promover o trabalho dos artistas africanos no continente e não só”.

O produtor do espectáculo, Teddy Riley, que será o diretor e coordenador artístico do espaço, disse recentemente no Mindelo, estar honrado por vir a trabalhar com artistas locais e que, apesar de não ter muito conhecimento sobre a música cabo-verdiana, conseguiu durante o concerto de ante estreia do Mindelo’s Floating Music Hub, constatar a diversidade musical existente no país.

A estrutura MFMH, orçada em cerca de três milhões de dólares, destina-se a acolher uma grande variedade de atividades, incluindo música, dança, artes, cinema e moda, através de programas de residência internacional com artistas estabelecidos, em colaboração com artistas locais e emergentes.

Trata-se de um espaço sofisticamente equipado para receber artistas de gabarito mundial e de todo o continente africano, e vai permitir ainda, segundo os investidores, que a ilha de São Vicente e todo o país se posicionem ainda melhor no mapa mundial. A infraestrutura vai ficar disponível para servir a população.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.