S. Vicente: Sindicato anuncia greve de três dias dos vigilantes de segurança privada com início a 16 de Agosto

7/08/2021 01:15 - Modificado em 7/08/2021 01:19
| Comentários fechados em S. Vicente: Sindicato anuncia greve de três dias dos vigilantes de segurança privada com início a 16 de Agosto

O sindicato da Industria Geral Alimentação Construção Civil e Afins, SIACSA, anunciou hoje uma greve em São Vicente de três dias com início a 16 de Junho, dos vigilantes de segurança privada para reivindicar o cumprimento por parte das empresas, na aplicação da grelha salarial e aplicação dos Preços Indicativos de Referência (PIR)

Esta informação foi avançada em primeira mão ao NN, pelo representante do SIACSA em São Vicente, Heidi Ganeto, adiantando que a greve acontece por alegado incumprimento das empresas de segurança privada do acordo de trabalho que foi assinado.

Este diz que a Convenção Coletiva de Trabalho para as Empresas de Segurança Privada, publicada no Boletim Oficial, n* 21, II Serie de 27 de março de 2018 é clara quando diz que a tabela salarial entrava em vigor a 01 de maio de 2021.

Ou seja, a partir do final do mês de Maio as empresas teriam que adotar a nova grelha salarial estipulada para os vigilantes, que, no entanto, não foi cumprido.

Heidi Ganeto salienta que nem o Estado, nem as empresas cumpriram com o prometido, revelando uma falta de respeito perante o sindicato e os próprios vigilantes que realizaram em finais de junho, uma marcham pela implementação do Acordo Colectivo de Trabalho, mas sem efeitos práticos.

“Na manifestação queríamos que o Governo fizesse com que as empresas cumprissem com a lei. Mas pudemos constatar que, infelizmente, nem o Governo quer aplicar a lei que foi criada” salientou este representante do sindicato na ilha de São Vicente.

Neste sentido, Ganeto lamenta o facto de não existir uma união de sindicatos, assegurando que enviaram um convite formal para o Sindicato da Indústria, Comércio e Serviços (SICS), outro sindicato que representa vigilantes, mas que recusaram prontamente a se juntarem à greve.

A greve dos dias 16, 17 e 18 de Agosto, segundo a mesma fonte, vai ser realizada também na ilha do Sal com a representação do Sindicato da Indústria, Comércio e Turismo (SICOTUR).

Em São Vicente, o SIACSA representa cerca de 800 vigilantes das empresas Silmac, Sepricav e Sonasa.

A greve inicia no dia 16 às 7 horas e termina a mesma hora do dia 19.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.