Cabo Verde em contingência: Acesso a lugares com aglomerações será mediante teste ou certificado de vacinação

30/07/2021 13:12 - Modificado em 30/07/2021 13:13
| Comentários fechados em Cabo Verde em contingência: Acesso a lugares com aglomerações será mediante teste ou certificado de vacinação
Governo

A partir desta sexta-feira, 30, o país entra em situação de contingência e passa a ser exigido teste ou certificado de vacinação para acesso a lugares públicos com aglomerações.

“Graças ao trabalho abnegado do governo, dos profissionais de saúde, das forças de segurança, das organizações não-governamentais, das igrejas, das escolas, dos pais e encarregados de educação, dos jovens e das famílias, conseguimos passar à fase de contingência” começou por dizer hoje o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, na abertura do debate parlamentar sobre o estado da Nação.

Para não deitar por terra os ganhos já conseguidos, o executivo anunciou que um conjunto de restrições vão ser levantadas, passando a ser exigido testes ou certificados covid-19 de vacinação, para entrada nos estádios de futebol, polidesportivos e outros equipamentos desportivos.

Os ginásios vão passar a funcionar em pleno, dos espetáculos musicais e outras manifestações culturais, festas de natureza pública, clubes pub dancing, salão de festas, estabelecimentos turísticos ou de alojamento, bares e restaurantes.

“Passarão a funcionar sem as restrições atualmente existentes. Estarão condicionados ao acto de cidadania, ao acto de proteção, exigência de vacinação ou exigência de testes para poderem frequentar”, indicou.

O PM vincou ainda que o certificado de vacinação completo passa a ser aceite para efeito de viagens inter-ilhas, dispensado, neste caso, a realização de teste. Para as viagens internacionais estarão dependentes de aceitação de certificados que Cabo Verde irá celebrar com países terceiros.

Conforme o governante essas medidas, conforme vão contribuir para o aumento da vacinação, para retoma das atividades económicas e sociais e para além de serem imprescindíveis à proteção individual e coletiva.

Segundo dados de quinta-feira, 29 de Julho, o país registava 33.721 casos positivos acumulados e 298 óbitos, 32.935 infetados foram declarados recuperados, estando neste momento o país com 467 casos ativos.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.