Cruzeiros do Norte aposta na prevenção da vida marinha com gravação de documentário para alertar os banhistas para as boas práticas nas praias

28/07/2021 00:28 - Modificado em 28/07/2021 00:28

O grupo carnavalesco Cruzeiros do Norte tem em andamento a gravação de um documentário para alertar os banhistas para as boas práticas a se ter nas praias balneares, e que deverá ser apresentado a 10 de agosto.

Em declarações ao Noticias do Norte, o presidente do grupo Jailson Juff, contou que o projeto denominado “PraLimProMaRec” – Praias Limpas, Proteção Marinha e Reciclagem foi concebido pelo artista” Nóia” e por estes dias deverá ficar pronto, com a gravação de um pequeno desfile carnavalesco, numa das praias do litoral da ilha, algo que optou por não divulgar, bem como a data, de forma a evitar aglomeração de pessoas, tendo em conta a situação epidemiológica atual do país.

“No início deste mês fizemos campanhas de limpeza nas praias da ilha. Dos lixos recolhidos fizemos uma seleção daqueles que queríamos reciclar e transformar em roupas e andores para a materialização deste evento, que servirá para sensibilizar as pessoas a não deixarem lixo nas praias, de forma a proteger os animais marinhos” salienta.

E que para além de sensibilizar as pessoas sobre as mudanças de comportamento nas praias, “Djuff” criticou ainda alguns pescadores, que segundo a nossa fonte têm descartado de forma “irresponsável alguns materiais como redes e madeira”, o que um perigo para a vida marinha. 

Para este desfile, o Cruzeiros do Norte vai contar com a presença de 140 pessoas, o que representa cerca de 15% de figurantes do grupo, que formarão algumas alas e um pequeno grupo de batucada, trajados com materiais reciclados e ainda um tripé confecionado pelo artista Nóia.

Mesmo que haja fuga de informações sobre o local a ser realizado este evento, o presidente não se mostra preocupado com este factor, salientando que o grupo vai ter o suporte da Policia Nacional que vai estabelecer um perímetro de segurança, para proteger a zona em que vai ser feita a gravação.

O grupo, reitera Djuff, conta ainda com o apoio da delegacia de saúde, bem como da edilidade mindelense a Biosfera e as algumas empresas.

No entanto, afirmou que esta será o primeiro projeto do género a ser materializado e que no futuro vai haver mais trabalhos voltados para a causa social, algo que este responsável considera como um dos “pratos fortes” deste grupo carnavalesco.

“O grupo tem ajudado nas causas sociais e neste momento na luta contra a covid-19, com atribuição de cestas básicas, máscaras e álcool gel. Achamos importante, agora, trabalhar na vertente social, visto que é uma altura em que muitas pessoas vão as praias. Melhor altura para mostrar as pessoas que não devemos deixar o lixo nas praias” sublinha a mesma fonte.

Já o título da música “Levá bô sok” é trabalho do cantor/intérprete Edson Oliveira, com melodia de Anísio Rodrigues e arranjo de Ivan.

Em relação as medidas sanitárias garantiu que todas as medidas de proteção a covid-19 vão ser observadas neste evento.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.