Apresentação do núcleo de ballet da ALAIM “superou todas” as expectativas – Janaína Alves

18/07/2021 20:03 - Modificado em 18/07/2021 20:06

A apresentação pública das crianças do núcleo de ballet clássico da Academia Livre das Artes Integradas do Mindelo, ALAIM, este fim-de-semana em São Vicente, no espaço da Academia, “superou todas as expectativas”.

A posição é da coordenadora e professora da ALAIM, Janaína Alves Branco, que relembra ainda que este é um projecto que a academia está a trabalhar já tem três anos. “Sonhamos, idealizamos e foi concretizado da melhor forma”, afirma esta responsável que tem trabalhado de forma intensiva, desde de setembro, com estas crianças.

Outro ponto importante, segundo Janaína Alves, é a adesão dos país que compareceram em massa para prestigiar os alunos, principalmente os rapazes que tiveram uma nota de destaque neste projecto, que tem como objetivo também desconstruir preconceitos.

“É difícil ver os rapazes a dançar ballet, que é um estilo de dança que requer uma maior postura, delicadeza e elegância”, sublinha Alves que diz ainda, que para a preparação desta apresentação, os alunos trabalharam cerca de quatro horas por dia.

Jennifer Dias que é também uma das professoras do núcleo, com nove meses de atividade, foi formada em dança em Portugal, mostrou-se satisfeito com a qualidade do trabalho apresentado. “Foi um processo de trabalho incrível. No primeiro dia via-se claramente que não tinham nenhuma noção e conhecimento do Ballet e hoje, sinto-me orgulhosa com o que temos alcançado ao longo destes meses”, sustenta.

O maior desafio, refere esta bailarina, foi o processo de criação, tendo em conta as diversas faixas etárias que trabalham, mas “tudo isso deixa de ser importante quando vemos como é que foi a apresentação”, reitera.

O núcleo de ballet clássico, segundo Janaína Alves Banco, vai regressar em setembro, com o lançamento e novas bolsas, principalmente para rapazes, de forma a desconstruir esta ideia errada que muitos tem da dança, principalmente sobre o Ballet clássico.

Este é um projecto que envolveu cerca de 60 crianças dos 04 aos 15 anos, entre os quais rapazes. Conforme organização este é um projecto pioneiro de formação na área do ballet clássico na ilha de São Vicente.

O Núcleo de Ballet Clássico da ALAIM é um projeto apoiado pelo DIVERSIDADE – instrumento de subvenções para a diversidade cultural, cidadania e identidade, cofinanciado e gerido pelo Camões I.P e com o apoio do programa BACultura, do Ministério da Cultura e Indústrias Criativas.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.