Autoridades em São Vicente entendem que prorrogação do estado de calamidade vai ajudar a manter controlada a situação da Covid-19

15/07/2021 16:26 - Modificado em 15/07/2021 16:26

Autoridades em São Vicente entendem que prorrogação do estado de calamidade vai ajudar a manter controlada a situação da Covid-19.

A técnica do Serviço Nacional de Proteção Civil e Bombeiros (SNPCB), Vitória Veríssimo, assegura que a prorrogação do estado de calamidade que entrou hoje em vigor vai ajudar a atividade de fiscalização no Mindelo para evitar a propagação da covid-19.

Em declarações ao Noticias do Norte, Vitória Veríssimo, que coordena a equipa multidisciplinar na ilha, assegura que com as normas sanitárias em vigor no estado de calamidade, as pessoas vão continuar conscientes, de que a luta ainda não está ganha.

“Estes 15 dias vão ajudar ainda mais as pessoas a interiorizarem as medidas em vigor. Neste momento se fossem retiradas as medidas sanitárias em vigor, poderíamos ter um retrocesso na atual situação pandémica” afirma esta responsável que assegurando que com estas medidas o número de caso ativos vai diminuir.”

Neste sentido, acredita que até ao final do mês de julho, a situação vai estar “controlada”, visto que a população está “cada vez mais consciente e a obedecer as medidas”, porque estão preocupados com os efeitos da doença.

“A população está recebendo as medidas cada vez de forma mais consciente. Isso certamente reflete no número de casos. Basta olharmos para trás e vermos os números anteriores, tanto a nível nacional como em São Vicente. Nos últimos tempos houve uma grande diminuição de casos ativos e mortes. É esse o caminho que queremos percorrer de melhoria” vaticina.

Vitória veríssimo destaca ainda a vacinação contra a covid-19 na ilha, enaltecendo que a mesma está a correr bem. “Já temos muitas pessoas vacinadas na ilha, mas o que não impede-nos de baixar a guarda” conclui.

De realçar que segundo dados do Ministério da Saúde, São Vicente tinha até esta quarta-feira, um total de 38 casos ativos.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.