Augusto Neves vai avançar com desprofissionalização dos vereadores que não queiram trabalhar

12/07/2021 13:30 - Modificado em 12/07/2021 13:30
Augusto Neves – Presidente da CMSV

Os vereadores da Câmara Municipal de São Vicente, que na passada semana, acusaram o presidente da Augusto Neves de “ilegalidades” e criar clima de “hostilidade e de humilhação” dentro da câmara, vão ser desprofissionalizados. Esta é a posição de Augusto Neves que justifica esta decisão, tendo em conta a situação de falta de confiança que existe. Por isso, diz que vai ser obrigado a retirar aos vereadores os pelouros e os tempos.  

E a deliberação, conforme deixou transparecer, pode acontecer nos próximos dias. “Farei uma nova distribuição”, garantiu o edil mindelense.

A intenção foi manifestada esta segunda-feira, 12, durante uma conferência de imprensa, no Paços do Conselho em reacção as declarações dos vereadores do PAICV e da UCID. “Estamos na CMSV para trabalhar para o bem da ilha e a melhoria da qualidade de vida da população. Quem vive e visita a ilha vê que esta câmara tem trabalhado muito com objectivo de desenvolvimento e melhorar a vida das famílias”, referiu o Augusto Neves.

Neste sentido, aos vereadores que diz estarem com “dores no cotovelo”, deveriam “arranjar pomada”, e esquecer as eleições passadas e começarem a trabalhar. “Foi para isso que foram eleitos”, frisa.

Augusto Neves assegurou ainda que enquanto for presidente, os referidos vereadores, vão ter que aprender a trabalhar, em vez de só reivindicar. Até porque, sublinha, quem estiver pronto para trabalhar é bem-vindo e os que não, devem procurar outro caminho.

“Pensaram que vieram resolver os seus problemas pessoais aqui. Pretendiam usufruir do bem público” aponta realçando que querem apenas mais pelouros e as competências do presidente, ameaçando não aprovar os documentos da câmara.

Para Neves isto é uma atitude sem vergonhosa. “Todos os vereadores têm pelouros desde de Dezembro de 2020. Ganham mensalmente cerca de 100 mil escudos”.

Elvis Carvalho

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.