Afrobasket’2021: Cabo Verde conta com Edy Tavares para jogo de qualificação com Uganda

28/06/2021 15:58 - Modificado em 28/06/2021 15:58

A seleção cabo-verdiana de basquetebol poderá contar com os serviços do “gigante” internacional cabo-verdiano Edy Tavares no jogo com o Uganda, agendado para meados do mês de julho.

O atleta do Real Madrid já está na ilha do Maio, sua terra natal, onde vai permanecer por alguns dias até viajar para a cidade da Praia e juntar-se à comitiva cabo-verdiana que preparará o embate com o Uganda de qualificação para o Afrobasket.

O basquetebolista, de 28 anos e 2,21 metros de altura, volta assim a reforçar a seleção de Cabo Verde para o próximo compromisso, desta feita, para o jogo decisivo da fase de qualificação para o Afrobasket’2021.

Certamente uma boa notícia para o seleccionador de Cabo Verde da modalidade, Emanuel “Mané” Trovoada que já tinha reconhecido a dificuldade de contar com um jogador desta craveira, mas revelou que mesmo estando impossibilitado de reforçar a selecção nacional, Edy Tavares tinha estado a transmitir os seus conhecimentos ao colectivo, ainda que à distância, através de mensagens ao grupo de trabalho.

A FIBA África e a Euroliga acertaram o calendário para que haja uma janela que permita aliviar o calendário competitivo na Europa, nessa altura.

Edy Tavares encontra-se no Real Madrid desde novembro de 2017 depois de uma passagem pela Liga Norte-americana de Basquetebol (NBA) nos Cleveland Cavaleirs, equipa pela qual conquistou o campeonato e pelos Raptors 905, da D-League, a liga de desenvolvimento da NBA.

Antes, o basquetebolista havia representado o La Palma e o Gran Canária, também em Espanha.

Edy Tavares que em 2017/2018 conquistou a Euroliga, a décima Copa da Europa do Real Madrid, foi eleito um dos 10 melhores basquetebolistas do Real Madrid da última década.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.