Mindelo acolhe durante esta semana atividades ligadas à Igualdade de Pessoas Lésbicas, Gays, Bissexuais e Trans de Cabo Verde

22/06/2021 20:54 - Modificado em 22/06/2021 20:55

Este ano devido a pandemia da Covid-19, as atividades vão ser reduzidas, no entanto, pretendem realizar a marcha LGBT, no dia 29 de junho a Parada LGBT.

Há oito anos – 29 de Junho de 2013 – que Mindelo inscreveu Cabo Verde no grupo de países a organizar a parada do orgulho.

Este ano, após a paragem em 2020 devido a pandemia, a Manifestação pela Igualdade volta a percorrer as ruas de Mindelo, integrada na Semana da Igualdade das Pessoas Lésbicas, Gays, Bissexuais e Trans (LGBT) de Cabo Verde.

As actividades desta edição do Mindelo Pride terminam no dia 29.

Os organizadores esperam continuar o trabalho feito nas últimas edições e que este traga mais público.

O objetivo é ter um espaço onde as pessoas possam ver, falar, discutir sobre a LGBT em Cabo Verde.

O Dia Internacional do Orgulho Gay teve uma origem marcada pela intolerância e repressão policial. O ano era 1969 e a cidade, Nova Iorque.

Um grupo de gays, lésbicas e transsexuais estava se divertindo, à noite, no bar Stonewall Inn quando aconteceu uma batida policial no local.

Os policiais diziam que tinham que prender os clientes por “conduta imoral”, ação corriqueira em ambientes frequentados pela comunidade LGBTQI+ (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, transgêneros, intersexuais e outros).

Mas, diferente do que aconteceu em batidas policiais anteriores, naquela madrugada, os frequentadores do bar resolveram reagir.

Com o apoio de simpatizantes, fizeram uma mobilização junto com uma multidão para responder à perseguição policial contra a comunidade.

O protesto durou mais duas noites, dando origem a várias outras mobilizações em favor dos direitos dos homossexuais em cidades americanas.

No ano seguinte, surgiu a primeira parada do orgulho LGBTI: o dia era 1º de julho de 1970. O movimento LGBTI ganhou forças em todo o mundo, somando a ele ainda outros grupos e se tornando o Dia do Orgulho LGBTQI+ para englobar todas as orientações sexuais e de gênero.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.