DNS diminui tempo entre doses da vacina da AstraZeneca

21/06/2021 20:38 - Modificado em 21/06/2021 20:38
| Comentários fechados em DNS diminui tempo entre doses da vacina da AstraZeneca

O diretor nacional de Saúde, Jorge Barreto, explicou hoje que a Direção Nacional de Saúde decidiu diminuir o tempo entre administração de doses da vacina da AstraZeneca devido ao que se sabe sobre a variante Delta do SARS-CoV2.

De acordo com um estudo publicado na segunda-feira pelas autoridades de saúde britânicas, duas doses das vacinas Pfizer ou AstraZeneca protegem mais de 90% contra hospitalizações em caso de infeção com a variante Delta do novo coronavírus, associada à Índia e potencialmente mais contagiosa.

O estudo Public Health England (PHE) aponta para 96% de proteção contra hospitalizações após duas doses no caso da vacina Pfizer e 92% para a AstraZeneca.

Entre a primeira e a segunda dose, decorrem cerca de três meses. Esta vacina tem um intervalo entre doses que é grande, sendo que o DNS entende que diminuir o período para dois meses será ideal para a imunização.

Nisto, pediu às pessoas que já receberam a primeira dose da vacina para estarem atentas à data para a segunda dose da vacina. O mesmo também sustentou que as pessoas com mais de 40 anos já podem fazer a marcação da vacinação.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.