Biosfera I remove acampamento montado na reserva integral do ilhéu Raso

17/06/2021 14:54 - Modificado em 17/06/2021 14:54

A equipa da Biosfera I iniciou ontem a remoção do acampamento montado na reserva integral do Ilhéu Raso, onde suspendeu as suas atividades de conservação e pesquisa da biodiversidade, por supostas ameaças que os seus colaboradores têm recebido por parte de grupos de mergulhadores que operam na reserva.

De acordo com informações avançadas a este online por Tommy Melo, presidente da Biosfera, a equipa deslocou-se ontem ao Ilhéu Raso onde começou a desmontar todos os equipamentos, prevendo-se até sábado o regresso a São Vicente.

Sem o feedback do executivo que poderia reverter esta situação, o ambientalista garante que a Biosfera decidiu “abandonar completamente o terreno”, para evitar conflitos que podem ter consequências graves.

“É com grande sentimento de tristeza que abandonamos a reserva integral do Ilhéu Raso. Mais vale prevenir do que remediar” sustenta Tommy Melo, para quem o Governo não mostra vontade em tomar uma posição firme para proteger esta reserva, que inclusive os próprios perpetuadores já assumiram quem têm estado a cometer ilegalidades.

Por isso, diz que não pode especular se haverá um volte face neste assunto, porque não sabe quais os planos que o executivo tem para esta região, que há 16 anos atrás era um ponto onde se matavam espécies protegidas a nível internacional.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.