Tchalê Figueira leva ao CCM a exposição “Alegoria do Retrato”

14/06/2021 21:40 - Modificado em 14/06/2021 21:40

O Centro Cultural do Mindelo acolhe no próximo 16 de junho a exposição Alegoria do Retrato do artista Tchalê Figueira.

São 16 pinturas que suscitam uma viagem ao universo imaginário dos seus retratos.

De acordo com a curadoria da exposição, Tchalê Figueira consegue dar densidade expressiva à sua pintura e, ao mesmo tempo, de uma forma sucinta e com a poética que o caracteriza, suscitar uma viagem ao universo imaginário dos seus retratos.

“Na retórica da invisibilidade perpetuada pelo medo de existir, uma das várias facetas da nossa negação, receber uma exposição de pintura de Tchalê Figueira, com o sugestivo título Alegoria do Retrato, é nada mais senão uma grande pedrada no charco”, curadoria António Tavares que refere que em cada retrato é uma figura retirada de uma peça em ópera, uma encenação do quotidiano cabo-verdiano, uma autêntica alegoria à vida deste mesmo homem.

Tchalê Figueira nasceu na cidade de Mindelo, ilha de São Vicente, em 1953. Aos 17 anos decide sair de Cabo Verde, rumo a Roterdão. Porém, permanece pouco tempo nessa cidade, viajando por vários países da Europa, Ásia e Américas.

Em 1974, instala-se em Basileia (Suíça), onde frequenta a escola de belas artes, definindo o território suíço como a base da sua evolução artística. Regressa a Cabo Verde em 1985 e reside entre a Cidade da Praia, onde possui um ateliê, e a cidade de Mindelo, onde abriu em Dezembro de 2014 a galeria “Ponta D’Praia”.

Tchalê Figueira possui uma vasta coleção pictórica, reconhecida em diversos países, fruto das diversas exposições concretizadas ao longo do seu percurso artístico.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.