Federação Cabo-verdiana de Futebol lamenta morte de Neno

11/06/2021 14:16 - Modificado em 11/06/2021 14:16

A Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), lamentou esta sexta-feira, 11, a morte de Neno, de nome próprio Adelino Augusto Graça Barbosa Barros, antigo guarda-redes do Benfica e V. Guimarães, vítima de doença súbita, aos 59 anos.

“É com muito pesar e grande tristeza que a Federação Cabo-verdiana de Futebol tomou conhecimento do falecimento, nesta quinta-feira, em Portugal, do antigo internacional cabo-verdiano, o guarda-redes Neno” começa por dizer a FCF em comunicado.

O comunicado assinado por Mário Semedo, relembra ainda que Neno representou a seleção cabo-verdiana por duas ocasiões na Taça Amílcar Cabral, em 1983, na Mauritânia.

“É nesta hora de dor vem, mui respeitosamente, a FCF expressar os mais sentidos sentimentos pela perda irreparável de Neno, que esteve em grandes clubes portugueses como o Benfica e o Vitória de Guimarães” lamenta.

Nascido em Cabo Verde e internacional A por Portugal em nove ocasiões, Neno destacou-se sobretudo ao serviço do Vitória de Guimarães, tendo representado o clube minhoto durante sete temporadas, e do Benfica, onde esteve durante oito épocas. Na Luz, o antigo guardião conquistou três campeonatos nacionais e três Taças de Portugal. Jogou ainda no Barreirense, onde se formou, e também no Vitória de Setúbal.

Já depois de abandonar a carreira de jogador, Neno integrou a estrutura do Vitória de Guimarães, primeiro como treinador de guarda-redes e mais tarde com cargo diretivo.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.