Biosfera 1 mantém posição de suspender atividades no ilhéu Raso mas pronta a dialogar

9/06/2021 14:44 - Modificado em 9/06/2021 14:45

A Biosfera 1 mantém a decisão de suspender, a partir de 15 de junho, todas as suas atividades de conservação e pesquisa da biodiversidade na Reserva Integral do Ilhéu Raso, 16 anos depois do início dos trabalhos. Apesar do impasse, Tommy Mello, Presidente da Biosfera I, afirma que existe abertura por parte da ONG em dialogar com o Ministério do Ambiente para se chegar a um consenso.

Esta vontade é manifestada por Tommy Melo, ao NN, e assegura que desde o anúncio oficial feito a 04 de junho, sobre os motivos que levam a esta tomada de decisão, ainda não tiveram nenhum contacto por parte das autoridades competentes, neste caso do Ministério do Ambiente.

A organização não-governamental recorde-se, anunciou a suspensão das suas atividades, devido a ameaças que os seus colaboradores têm recebido por parte de grupos de mergulhadores que operam na reserva perante a inércia das autoridades.

Neste sentido, afirma que a instituição que lidera manterá a sua posição, mas que haverá diálogo caso as autoridades entenderem que a Biosfera 1 deverá manter o trabalho feito ao longo dos últimos 16 anos na reserva ambiental.

“Se decidirem atuar de outra forma nós vamos conversar. Mas enquanto as coisas continuarem desta forma, vamos suspender as nossas atividades a partir de 15 de junho” afirma Tommy Melo.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.