SIMETEC pede que marítimos sejam abrangidos no grupo prioritário de vacinação

2/06/2021 21:24 - Modificado em 2/06/2021 21:25

O presidente do Sindicato de Metalomecânica, Transportes, Comunicações e Turismo (Simetec), Tomás de Aquino, solicitou esta quarta-feira, 02, que os marítimos sejam incluídos como prioritários nos programas de vacinação que estão a decorrer neste momento.

Tomás de Aquino através de uma carta endereçada aos ministros da Saúde, Arlindo do Rosário, e da Economia Marítima, Paulo Veiga, explicou que os marítimos, devido à natureza do seu trabalho têm um “intenso e diário” contacto com “muitas pessoas nas viagens e nas estadias nos diferentes portos do País”.

“Podem perfeitamente serem enquadrados nos grupos de risco e ou que estão na linha da frente, sujeitos não só a contaminarem-se, como também a infetar outras pessoas com o vírus que provoca a covid-19” sustenta a mesma fonte.

O mesmo recordou que durante a crise, mesmo em estado de emergência, esses profissionais foram e são chamados para assegurar viagens emergenciais e sanitárias entre as ilhas, como é o caso do abastecimento de bens de primeira necessidade.

Nisto, pediu aos dois governantes para intercederem junto dos serviços que gerem diretamente o programa de vacinação para incluir os trabalhadores marítimos como prioritários nos programas de vacinação, para “preservar a saúde desses profissionais e garantir a mobilidade interna dos bens e serviços”.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.